Vitória categórica e Z4 longe

Foi a melhor partida do Vasco no campeonato. Foi a quinta vitória fora de casa no Brasileirão e por uma diferença de 3 gols. Isso mesmo, 3 a 0. E a resposta ao presidente do CSA lá atrás que disse que não venderia mando para o cruzmaltino, porque disputaria com o Vasco. Eis a resposta. Por uma diferença de 3 gols, a melhor vitória até aqui. Com isso, praticamente afastou-se a possibilidade de Z4 e agora é ir até o fim para maiores vôos e por conseguinte, uma melhor premiação.

O jogo de hoje foi a melhor partida do onze cruzmaltino até aqui. Depois de um jogo equilibrado nos primeiros 20 minutos, o time passou ao controle do jogo. Mas nos primeiros 20 minutos, duas chances para o CSA e uma para o Vasco. Aos 50 segundos, Carlinhos cruzou, Danilo Barcelos vacila e Apodi sobe para cabecear por cima do travessão. Aos 11 minutos, Ribamar é lançado e é derrubado na entrada da área; Felipe Ferreira cobra e o goleiro João Carlos faz ótima defesa. Aos 17, chute de Dauan e Fernando Miguel faz bela defesa. E as 25, o Vasco abre o placar, jogada de Pikachu pela direita, que toca para Raul que pedala e dribla um, toca por baixo das pernas de Luciano Castan e toca com categoria. Golaço. Com o gol tomado, o CSA parte para cima e novamente aos 33, Dauan ganha de Danilo Barcelos e cabeceia rente à trave. E aos 43, Raul faz bela jogada pela direita e cruza para Ribamar, que perde um gol incrível, entrando de carrinho, praticamente sem goleiro.

No segundo tempo, o CSA veio para a pressão. No entanto, pouca efetividade. Até que aos 9, Euller soltou uma bomba de longe e Fernando Miguel, atento, fez boa defesa. Aos 13, Euller bate falta e Fernando Miguel defende novamente. Após este lance, o Vasco melhora nos contra-ataques. E aos 17 minutos, Guarin conduz a bola, toca de calcanhar para Rossi chutar e João Carlos faz grande defesa para escanteio. E um minuto depois, Guarin cobra escanteio e Richard cabeceia e outra grande defesa de João Carlos. E aos 25, o segundo gol cruzmaltino: escanteio cobrado por Danilo Barcellos e Henriquez sobe no último andar e um bom cabeceio, sem chances para João Carlos. E aos 33, a cereja do bolo: Pikachu invade pela direita e cruza; Carlinhos tenta cortar e faz contra, dando números finais à partida. Após o gol, houve uma marcação equivocada de pênalti a favor de CSA; mas o VAR corrigiu apontando a falta fora da área.

Com a vitória de hoje, o Vasco praticamente assegurou a permanência na Série A. Basta 2 ou 3 empates em 6 jogos. Mas o Vasco pode tentar algo melhor. Quarta-feira, o Vasco enfrentará os poderosos urubus, hoje o melhor time do Brasil. Atualmente ninguém consegue parar a urubulândia. E será que os cruzmaltinos serão capazes de parar a urubulândia ? Não se sabe, mas com algum esforço, até porque os cruzmaltinos são franco-atiradores, quem sabe não vem ai uma surpresa positiva. Aguardemos os próximos passos.