Vitória boa e suada

Poderia ter sido menos sofrido. Mas no final, deu tudo certo e o time cruzmaltino derrotou o Avaí de SC por 3 a 2. Foi um jogo duro, embora em um certo momento, o Vasco tenha feito 3 a 1. Mas no final, o Avaí reagiu e quase complicou.

O jogo começou complicado para o 11 cruzmaltino. Logo aos 10 minutos, o Avaí surpreende abrindo o placar: cruzamento na área do Vasco, Fernando Miguel sai mal do gol e a bola sobra para Pedro encobrir o goleiro. Uma falha grotesca de FM que ainda não tinha ocorrido. Mas a equipe cruzmaltina não se desesperou e acelerou em busca de uma reação imediata. Aos 29 miutos, Pikachu acerta o travessão. E aos 31, o empate: falta sofrida por Pikaxchu; Danilo Barcelos cobra, a bola resvala em um zagueiro do Avaí e engana Gledson. E a falta muito bem cobrada. Danilo Barcelos vem sendo um dos destaques do time. Foi o melhor em campo.

Já no segundo tempo, o Vasco resolveu partir para cima colocando Rossi em campo. E jogou em cima do adversário e aos 16, a virada: cruzamento perfeito de Danilo Barcelos na cabeça de Rossi, que só escorou e virou o jogo. E o time seguiu no ataque, acuando o Avaí e aos 31, fez o terceiro: escanteio bem cobrado por Bruno César e Thiago Galhardo cabeceia na trave e bola volta para Galhardo tentar a segunda e conseguir fazer o gol. Dois gols de diferença e tranquilidade maior no jogo e AV resolve colocar o Andrey no lugar de Galhardo. E aí , quando tudo estava dominado, a zaga cruzmaltina relaxa e André Moritz chuta por baixo das pernas de Andrey, aos 36 minutos, dando números finais a partida. A torcida cruzmaltina perdeu a paciência e xingou duramente AV após o segundo gol catarinense.

Apesar de ter complicado no final, o Vasco venceu. E fez uma boa partida no segundo tempo. Só precisa do empate no jogo de volta. Mas é bom ficar atento, pois o Avaí jogou bem no primeiro tempo e mostrou organização tática. Todo cuidado é pouco.