Vasco 4 x 0 CRB (por Robertinho Silva)

Em noite iluminada de Andrey Santos, Vasco goleia o CRB em São Januário.

Quando o coletivo vai bem, o individual aparece. Foi assim que o Vasco venceu de goleada o CRB nesta quinta-feira em São Januário, em partida válida pela vigésima rodada da Série B. O grande destaque da partida, foi o ainda imberbe Andrey Santos, autor de dois gols.

O Gigante da Colina começou a partida de forma diferente, tanto na escalação, quanto na postura em campo. O técnico interino Emílio Faro desenhou a equipe com o lateral direito Léo Matos, o volante Yuri Lara, e manteve a base que já vinha atuando. E deu certo. O Vasco mostrou força coletiva, começou o jogo pressionando, e logo aos 3 minutos de jogo, abriu o placar com o jovem Andrey Santos de cabeça, após cobrança de escanteio de Nenê.

O gol deu confiança ao Cruz-maltino, que continuou pressionando, e quase fez o segundo após bela jogada de Gabriel Pec, que terminou com um passe para Nenê livre na área, mas o camisa 10 mandou pra fora. Após a pressão inicial, aos poucos o Vasco foi diminuindo o ritmo e deu alguns espaços ao CRB. Aos 10 minutos, o meia Rafael Longuine chutou de longe, e a bola passou rente a trave do goleiro Thiago Rodrigues. Depois dessa chance desperdiçada, a equipe alagoana conseguiu balançar a rede, mas o gol foi devidamente anulado. Luciano, jogador que recebeu a bola e deu o passe para Anselmo Ramon, estava impedido.

Comemoração dupla em São Januário. Gol anulado do CRB, e logo em seguida, Raniel faz o segundo do Vasco. A jogada começou com um bote providencial do volante Yuri Lara, a bola sobrou para o camisa 9, que avançou e bateu firme de perna esquerda para balançar as redes.

Na volta do intervalo, um recomeço agitado. Os dois times voltaram mais ligados e a partida ficou uma verdadeira “trocação”, com chances para ambos os lados. Mas, o jovem Andrey estava em noite inspirada. Dono do meio campo, excelente nos desarmes, agudo nas infiltrações, coube a ele marcar o terceiro gol vascaíno, segundo dela na partida. Raniel dividiu com a defesa do CRB, a bola sobrou pra Andrey, que avançou e bateu cruzado. Vasco 3 a 0.

Com a vantagem, o Vasco diminuiu o ritmo e buscou manter a posse da bola. Mas o CRB não desistiu. Paulinho Moccelin recebeu nas costas da defesa, mas cabeceou pra fora. O CRB ainda teve um problema com o zagueiro Diego Ivo, que teve um problema muscular, logo após ter entrado na vaga de Gilvan. O técnico Daniel Paulista já tinha queimado as cinco alterações. O zagueiro chegou a ficar um tempo fora de campo para atendimento médico, mas voltou e passou a atuar no ataque. A partir daí, o time visitante ficou praticamente com um a menos em campo.

Pensam que acabou? Ainda tinha mais. Com o placar a favor, o interino Emílio Faro aproveitou pra rodar o elenco. Luiz Henrique, Palácios, MT, Marlon Gomes e Eguinaldo foram a campo nas vagas de Edimar, Nenê, Gabriel Pec, Figueiredo e Raniel respectivamente.

E coube ao estreante Eguinaldo, grande destaque do Sub20 dar números finais ao jogo. Marlon Gomes driblou, e descolou um belo passe para Eguinaldo chutar com categoria no canto esquerdo de Diogo Silva. Após o término da partida, Eguinaldo chorou de emoção pelo seu primeiro gol como profissional, e foi bastante festejado pelos seus companheiros. A torcida vascaína pediu “fica” para Emílio Faro e também festejou a grande atuação de Andrey Santos.

Festa na Colina!

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF