Vamos fazer diferente? VASCO x America-MG – impressões de fora do estádio

Bom dia, Vascaínos!

O jogo é de portas fechadas mas o som se propaga pelo ar…

Foi com esta frase que me aventurei a tentar um “flash mob” tupiniquim no jogo de ontem contra o América-MG. Na verdade sugeri no facebook que fôssemos para a porta do clube para apoiar o clube. Cheguei a sonhar com a rua tomada de torcedores, mas DESTA vez não aconteceu… Ainda não aconteceu, mas que vai, vai!

Lá estive. Cheguei cedo e almocei no clube. Apareceram poucos Vascaínos, por vários motivos para tal: data ingrata. Era sábado no meio de feriadão; Gosto amargo na boca pela perda do Carioca 2014 e do início da série B. Mesmo assim, vários lá estiveram nos representando com comprometimento, galhardia e desprendimento.

20140419_162538Vi vários destes abnegados fazerem ainda o papel da torcida inteira, cantando no portão principal do clube, no início e ao final da partida. Muitos parabéns para estes que lá estiveram.

Havia uma pessoa gravando, do lado de dentro do portão, a galera gritando. Espero que tenha sido alguém da VascoTV, para que, ao final deste campeonato-calvário, façam um documentário bacana sobre esta que espero seja nossa última queda.

Sei que vários Vascaínos deixaram de ir por conta desta ressaca moral e nem posso culpá-los, mas cabe um ALERTA sobre nossa torcida, sobre nossa empolgação e tema das músicas.

Estamos perdendo de goleada nas arquibancadas por falta de iniciativa de mudarmos nosso jeito de torcer. Nossa principal (?) torcida (?) insiste em cantar as músicas de sempre e sempre atacando nossos principais rivais ou falando de brigas…  #VamosFazerDiferente

20140419_164355Amigos preciso alertar mais uma vez que esta era acabou! Quem brigar vai preso mesmo! A moda mudou e pegou! Em Minas, já fazem como fizeram na Inglaterra 25 anos atrás. O caboclo que for condenado, além da pena pecuniária, ainda tem de se apresentar à Justiça em dias de jogos, duas horas antes dos jogos, só sendo liberado duas horas após o final do jogo.

Sem contar que ainda podem prejudicar o clube com punições esportivas. Vale a pena isto?

COLABORAÇÃO E COMPROMETIMENTO

Não sei se minha idéia de ir pra porta de São Januário foi repassada para a Guerreiros do Almirante ou se tiveram a mesma idéia, o fato é que fico orgulhoso de ter tentado ajudar e colaborar com algum tijolinho na construção de um VASCO melhor e de garantir uma saída tranquila da série B.

É este espírito que gostaria de ver em cada Vascaíno hoje e sempre.

Saibam os senhores que não há Messias ou fórmula mágica para salvar o CRVG. O que temos de realizar é o trabalho duro. Trabalho este feito por pessoas comprometidas com o resultado final, todos eles: o Presidente, VP’s, Executivos, Time e Torcida para tornar o VASCO novamente Gigante e ganhando títulos.

E você? O que você fez pelo VASCO hoje?

Sds CRUZMALTINAS, sempre.

———  xxx ———
SÉRIE B

“Putz, serie B é de doer. É um sentimento horrível de desolação, de que vc não pertence ali. Me lembro que ano passado fui a um jogo no inicio do campeonato em Itú, justamente contra o America MG, e pensei comigo:
-E pensar que serão mais alguns meses nesta merda de campeonato.”
Giancarlo, Palmeirense.

Esta é a verdade nua e crua. Meu sentimento é exatamente o mesmo. Ver jogo do nosso Gigante na série B é de doer e nos massacra por dentro, mas é algo que precisa ser feito e bem feito pois ganhar esta competição é apenas obrigação. Não basta classificar-se somente, tem de vencer, e bem!

Durante o ano, teremos algum tempo para organizar a casa de verdade. Iniciar a arrumação, refazer a gestão, a base, o departamento científico, a estatística, enfim, tudo!!!

#VamosFazerDiferente  #Vasco  #VascoSempre  #ContraTudoEContraTodos

———  xxx ———

Infelizmente meu orientador/consultor esportivo-espiritual, o Pai Claudio, estava fora do ar e não pôde me dar a “planta do jogo”. Se tivesse feito isto, teria “arriscado palpites” sobre o mesmo.

Volta logo Pai Claudio!!  😉