Urna sete

Enquanto dentro de campo o Vasco segue fazendo campanha digna, fora dela nós todos, vascaínos, seguimos sendo vítimas de um merecido deboche das torcidas adversárias, que torcem para o prosseguimento da dinastia Miranda em seu comando.

Imaginem se essa palhaçada que ocorreu terça passada em nosso clube se desse na Gávea ou nas Laranjeiras. Iríamos morrer de rir e torcer para que os responsáveis por essa situação ridícula se eternizassem no comando do clube. Interessa aos adversários um Vasco fraco e risível, sparring de seus times. Não acredito nessa recuperação financeira milagrosa que dizem acontecer na Gávea, mas é fato que estão, todos os demais grandes clubes do Brasil, anos luz à nossa frente, devido ao quesito transparência.

Passada uma semana, o clube segue nessa indefinição terrível, mergulhado numa crise política que parece não ter fim. Não se enganem, o Vasco não importa para muitos daqueles que ali estão. O que importa são os milhões de reais que circulam sem controle pelas contas-correntes de São Januário e dos homens que circulam livremente naqueles corredores.

É uma luta por dinheiro e poder. O Vasco que se lixe. Você, que é apaixonado e perde tempo e sangue com isso, que se lixe junto.

Aposto que você passou grande parte da sua quarta-feira tentando entender direitinho o que é a famigerada Urna 7. Depois, certamente teve de explicar essa novela para amigos, familiares, curiosos. É uma história da carochinha.

A probabilidade de que o resultado obtido da contagem dos votos da urna tenha acontecido de forma legítima é zero.

Incrivelmente, em campo, as coisas acontecem de forma digna. Embora não tenhamos ainda o que comemorar, já viramos o ano na primeira divisão, temor de boa parte da torcida. Já desperdiçamos boas chances de passar Botafogo e Flamengo na busca pela Libertadores, mas acredito que consigamos, pois o momento do Vasco (mesmo atuando desfalcado de sua zaga praticamente inteira e de seu goleiro) é muito melhor que o de seus adversários.

A torcida só pode rezar para que essa novela se resolva logo e que tenhamos, enfim, uma decisão sobre o comando do clube. Não se pode esperar da parte da atual gestão nenhuma atitude que passe perto do bom-senso. O dinheiro do Vasco é o que interessa realmente. De qualquer forma, isso tem de se resolver logo, sob pena de vermos comprometida a temporada de 2018.

Que Deus ajude o Vasco.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *