Um início catastrófico

A máxima nada é ruim que não possa piorar nunca foi tão verdadeira para a realidade cruzmaltina hoje. As limitações do elenco mais uma vez foram preponderantes e fizeram com que a equipe perdesse ontem em SJ para o Galo mineiro por 2 a 1. E também comprovou que Marcos Valadares não tem hoje condições de comandar a equipe principal. E o Vasco é o lanterna da competição após as duas primeiras rodadas. Futuro bastante preocupante. Situação bastante similar a de 2015, quando o Vasco fez a pior campanha em um turno.

O Vasco dominou inteiramente no primeiro tempo. O Atlético Mineiro praticamente não incomodou. Porém, o domínio cruzmaltino não se converteu em chances de gol. Tiveram vários chutes para longe do gol. A única chance mesmo foi com Yan Sasse aos 31 minutos, com um belo chute de canhota para ótima defesa de Victor. E só. O jogo foi bem morno nessa parte.

No segundo tempo, houve um embate mais franco entre as equipes. E o Vasco mais em cima, se expôs aos contra-ataques mineiros. E aos 13 minutos, o Galo abre o placar: falta cobrada por Nathan, Alexander rebate mal e a bola sobra para Elias chutar de fora da área, sem chances para Alexander. Mas o Vasco não se abala e sete minutos depois empata: em jogada pela esquerda, Henrique dribla e toca para Pikachu chutar; a bola bate na zaga e sobra para Maxi López empurrar para as redes empatando a partida. E partir a daí, o Vasco partiu para dentro, empilhando chances, perdendo gols, primeiro com Henrique chutando em cima do goleiro, depois Maxi Lopez e Valdivia que entrou depois, chutando em cima da zaga. Só que o Galo veio nos contra-ataques, aos 37, com Nathan chutando de fora da área par defesa de Alexander. E quem não faz leva: depois de perder várias chances, aos 45 Chara se aproveita, toma a bola de Valdivia e Lucas Mineiro, vai avançando e quando Valdivia volta para ajudar, toma um drible seco e Chara chuta colocado, encobrindo Alexander, dando números finais à peleja.

Com a derrota de ontem, o Vasco está na lanterna da competição, independente dos resultados de Fluminense e Botafogo hoje. Realmente muito preocupante este início. O Vasco vai atrás de Dunga para ser o treinador. Elenco fraco, não se tem técnico e o presidente do clube sendo vice de futebol. Receita para um verdadeiro desastre. De que adianta ter superavit, melhorar o financeiro, se o pouco que tem é usado para contratar mal e porcamente ? 40 jogadores no plantel, sinal de que quem está a frente do futebol não consegue fazer uma administração racional e eficiente dos recursos. Já passou da hora do presidente designar alguém para dirigir o futebol. Desse jeito, a Série B é logo ali.