Um baile em São Luis

Talvez nem o mais otimista dos vascaínos poderia imaginar um começo tão esplendoroso. A goleada de 4 a 0 frente ao bravo time do Sampaio Correa, ainda mais na casa do adversário, foi um começo mais do que animador, tendo em vista que, fora o 4 a 1 sobre o Madureira no bicampeonato estadual, não houve uma goleada e uma partida tão perfeita do atual escrete cruzmaltino.

Nos 4 gols da partida de hoje, 3 foram de Nenê, o grande nome do jogo. Sendo que o segundo foi uma jogada de almanaque, por cobertura. Cabe destacar também a presença da torcida cruzmaltina no Castelão, em que ocupou em torno de 35%, senão mais, do estádio. Sensacional.

Com relação ao jogo de hoje,o Vasco adotou a postura de sempre, com forte marcação na defesa e a saída rápida no ataque. Nenê começou o baile quando, no primeiro gol, fez jogada na ponta direito e cruzou para Riascos abrir o placar. No segundo gol, Riascos retribuiu o cruzamento do primeiro gol e serviu Nenê, que invadiu a área e, com um toque mágico, encobriu o goleiro Rafael. Uma pintura , literalmente. No terceiro gol, um toque do lateral Julio César para Andrezinho, cruzamento para a área do Sampaio, Riascos não alcança e a bola chega até Nenê, que domina e toca com categoria, para o fundo da rede. Já no quarto gol, jogada característica de Riascos, que corta para dentro e cruza a bola, que chega até Nenê para ser tocada com categoria. Vasco 4 a 0.

Sem dúvida, um grande começo de Série B. São mais 37 jogos pela frente. Manter o mesmo ritmo não será fácil, mas se o Vasco conseguir jogar desta forma em pelo menos 70% dos jogos, sobe de forma tranquila e, possivelmente, onquista o título da Série B. Alvíssaras, gigante da colina!