Sobre torcida única, jogo de ontem e as inscrições de jogadores

Como condensar 3 assuntos independentes uns dos outros não é uma tarefa fácil. Mas vamos tentar. A começar pelo jogo de ontem. Ontem, mais uma vez o Vasco teve o controle de pelo menos 90% da partida, mas pecamos nas conclusões. Pelo menos ontem, ao contrário do jogo passado, em que perdemos com um gol aos 3 minutos de jogo, ontem ganhamos por 1 a 0. Não foi uma atuação brilhante, mas um jogo de muita correria e gols perdidos.

No primeiro tempo, tivemos várias chances de gol. O Vasco abriu muito o jogo pelas laterais. Kelvin jogando tanto pela esquerda, quanto pela direita foi um dos destaques, assim como os laterais, principalmente Gilberto e Henrique. Em relação a este último, apareceu bastante no primeiro tempo. Fez dois bons cruzamentos, que renderam em boas conclusões para Nenê que pegou de prima sem a bola cair, obrigando o goleiro Luciano a uma das inúmeras defesas feitas ao longo dos 90 minutos; e outro que resultou em uma cabeçada de Bruno Gallo para outra defesa do goleiro. Kelvin triangulou bem, ora com Gilberto, ora com Henrique. E muitas chances de gol desperdiçadas para as defesas de Luciano. E a Portuguesa só chutou uma bola a gol, com Sosa.A caminho do final do primeiro tempo, Thalles também perdeu o seu gol.

Já no segundo tempo, o Vasco diminuiu um pouco o ritmo e a Portuguesa se soltou um pouco mais, criando duas chances de gol. Mas o Vasco retomou as rédeas partida depois dos 10 minutos, com Thalles obrigando Luciano a fazer uma boa defesa. Mas aos 18 minutos finalmente o gol da vitória: boa jogada pela esquerda, cruzamento certeiro de Escudero, que entrou no lugar de Bruno Gallo, na cabeça de Thalles com uma cabeçada violenta, dessa vez sem chances para Luciano: Vasco 1 a 0. Após o gol, o Vasco deu uma leve recuada e permitiu que William Amendoim chutasse do meio da rua na trave de Martin Silva. E este fez golpe de vista e fez apenas duas defesas fáceis durante toda a partida. Foi um jogo corrido. Pelo menos, apesar dos gols perdidos, fizemos um pelo menos e ganhamos o jogo e conquistamos a classificação na semifinal da Taça GB, provavelmente contra os mulambos. Vamos aguardar.

Simplesmente, ao vermos o Fluminense, com um time reserva, ter atropelado o Volta Redonda, ganhando por 3 a 0, pensemos aqui: como o Vasco conseguiu a proeza de perder tantos gols e perder para esse time e com um gol ridículo ???!. Aff.

——————————————————–

Sobre torcida única: nada mais insensato e idiota do que adotar a torcida única como solução para o problema ocorrido no último final de semana, no jogo Botafogo x Flamengo. Os confrontos entre os marginais infiltrados nas torcidas organizadas ocorrem em sua grande maioria FORA DOS ESTÁDIOS. Entenderam MP ? Não entendem nada. E sem contar até que confrontos entre os torcedores-marginais ocorrem a até 50, 100 quilômetros de distância dos estádios. E muitas vezes são confrontos entre torcidas organizadas do próprio clube. Logo, é evidente que a torcida única nunca será a solução do problema e pode até agravar mais a situação, com a exclusão da outra torcida. O que falta é vontade política dos Governos em fazer um planejamento para evitar os confrontos e prender os responsáveis. Falta de vontade política e incapacidade de planejar é que são as causas. A torcida única não acabará com esses conflitos.

———————————————————–

Sobre a trapalhada da FFERJ: confusão medonha criada pela FFERJ com relação às inscrições dos jogadores Gilberto e Jean, e gerando falsas expectativas na mídia para uma possível punição ao Vasco. Se pegarmos as reportagens de O Globo e O Dia, jornais flagrantemente mulambos, os próprios se contradizem ao afirmar que os jogadores já estavam registrados no BID da CBF. Ou seja, também é preciso ter cuidado cuidado ao lermos as entrelinhas. Eles mesmos cometeram uma clara contradição. Se o jogador foi inscrito na CBF, é porque ele passa pela federação, são sistemas que não são interligados, mas um acessa o outro facilmente. Sendo assim, a Federação registrou os jogadores dentro do prazo. Apenas que incluiram no BIRA atrasadamente. Um erro grotesco da Federação. Uma bagunça completa o nosso futebol. Simples assim. Dessa vez o Vasco fez o certo.