Sobre a decisão do estadual de basquete – Ir ou não ir ?

E mais uma polêmica em um Flamengo x Vasco: desta vez, o último jogo da decisão, marcado para hoje a noite no ginásio do Tijuca, pode não acontecer; e tudo por conta de uma briga entre torcedores mulambos em frente ao ginásio tijucano, semana passada em uma partida do NBB contra a Liga Sorocabana. Uma briga feia entre eles e que resultou em prisões por parte da PM. Lamentável como as coisas não mudam em relação a isso, sempre são os mesmos a brigar, a incitar agressões.

Então, por conta desses problemas ocorridos, o Vasco optou por não comparecer ao jogo de hoje, alegando não ter garantias de segurança para jogar a decisão. Se considerarmos os últimos fatos ocorridos, podemos sim afirmar que neste particular, a diretoria cruzmaltina tem sua razão de realmente não ir jogar a decisão. Senão vejamos: se em um jogo contra a Liga Sorocabana que é um clube pequeno do interior paulista, aconteceu uma briga generalizada, imagine em um Flamengo x Vasco e uma eventual derrota dos mulambos. E outra: são reincidentes em já terem causado confusão no mesmo local em um Flamengo x Vasco, no qual perderam o jogo. Então, não há nenhum absurdo em o Vasco querer outro local para a decisão e que tenha as duas torcidas. Existe uma motivação sim e pelos fatos recentemente ocorridos.

Agora o outro lado. Mesmo assim, a Federação estadual de basquete confirmou o jogo no Tijuca Tênis. Alegaram que não têm mais datas no calendário para transferir a decisão e que os locais sugeridos pelo Vasco não estão disponíveis. E garantiram a segurança total para a equipe cruzmaltina. Porém os dirigentes sabem, não adianta fingirem, que se a torcida mulamba quiser arrumar confusão, ainda mais em um ginásio pequeno como o do Tijuca, cuja saída é estreita, arruma e bota os PM’s para correr. A verdade é essa. É no mínimo uma imprudência, marcar uma final entre Vasco e Flamengo em um ginásio como o do Tijuca, com todo o respeito ao clube cajuti, por quem esse colunista tem grande estima. Mas lá não é o local ideal para eventos deste porte. Sendo assim é no mínimo uma temeridade marcar o jogo decisivo para um ginásio tão acanhado.

Diante de todo o exposto por aqui, pela imprensa e tudo o mais tirem suas conclusões. Mas que o Vasco está errado em sua atitude em não ir, ah isso não está, de jeito nenhum. O Vasco está certo, afinal pode realmente acontecer uma confusão generalizada sim, de proporções até relativamente catastróficas por conta do histórico das torcidas organizadas dos aves pretas. Mas a garantia dada pela Federação estadual de basquete é muito frágil. O bom senso indica que melhor seria adiar essa decisão e colocar em um ginásio mais espaçoso e com mais saídas, o Maracanãzinho ou a Arena da Barra, que neste caso seria a melhor opção. Ainda há tempo da federação rever isso. Mas se não quiser rever, que dê o título antecipado aos mulambos então. Não pensar na segurança do público por insensatez ou capricho não pode resultar em boa coisa. Haja vista o desastre aéreo que causou a morte do time inteiro da Chapecoense. Dessa vez a diretoria cruzmaltina tem razão.