São Paulo 3 x 0

Perdemos para um adversário melhor, muito mais treinado e com um treinador muito melhor que o nosso. Nada a dizer nesse sentido.

Mas é impressionante como certos adversários crescem contra o Vasco. Tal de Pato parece amar marcar gols na gente.

Jorginho errou muito. A persistência com Herrera é inaceitável. Tirar Rafael Vaz foi outra sandice.

Falta em Martin Silva no segundo gol.

Jorginho foi lateral direito. Campeão do mundo. Será possível que não pode treinar Madson para acertar pelo menos um cruzamento por jogo? Desperdiçou ontem uns 10, 15 cruzamentos. Armou contra-ataques infinitos pro São Paulo.

Atuação patética – das piores que já vi – de Luan com a camisa do Vasco. Parecia um principiante. Levou dribles desqualificantes de Luis Fabiano. No terceiro gol, ficou olhando pra bola e largou o homem a ser marcado. Inacreditável e inaceitável. Fosse eu o técnico, seria banco pra Rafael Vaz contra o Flamengo.

Não há otimismo que ature um 3 a 0. No entanto, espero que, na segunda partida, em São Januário, 4a feira que vem, o Vasco transforme a vida de Pato, Ganso e Rogério Ceni num inferno. 90% de chance (HA!) de que saiam de São Januário classificados, mas que sejam pressionados do início ao fim. Não há espaço para temores e muito menos para que se poupem titulares.

Estou cansado de perder pra esses caras.