Qual a diferença?

O ano é 1985. Um show do grupo Menudo leva 80 mil adolescentes ensandecidas ao delírio no estádio de São Sanuário. Um fato impensável dado o sucesso do grupo e a má organização do show fez vender 50 mil ingressos a mais do que a capacidade do lugar. Resultado: um patrimônio de quase 100 anos na época foi depredado e duas adolescentes mortas.

Corta para 2017. Depois de três rebaixamentos no Brasileirão, vencer qualquer jogo que venha a acontecer em São Januário, contra o Flamengo é mais do que questão de honra. Mas não se esqueçam; temos um time mediano, para não dizer medíocre e não há mimimi capaz de reverter o placar do dia 09/07. Perdemos por um a zero e a torcida perdeu a cabeça. Desastre anunciado? Pode ser, mas não devia ser assim.

A barbárie que destruiu um orgulho vascaíno e seus azulejos históricos doeu mais na alma do futebol nacional, principalmente o carioca que parece descer a ladeira junto com o governo estadual. Dói no orgulho de qualquer carioca, que além das mazelas que tiraram o brilho e a auto-estima e perder não só o carnaval, perder no futebol também. Como resultado, um torcedor morto. O STJD já quer determinar a perda do mando de campo por 25 partidas. Pode esquecer o caldeirão em jogos oficiais até a metade do cariocão do ano que vem.

Não há nada que pague um retorno para a primeira divisão, mas tomar a violência como na partida que fez o Vasco cair para a segundona pela segunda vez é não só recorrer no absurdo erro. É a estupidez extrema elevada à enésima potência. É o 7 a 1 eterno. É a lama, é a lama e o fim do caminho.

Na verdade não é o fim do caminho. O fim é cair novamente para a série B e como muitos já apregoavam, fatos como esse só evidenciam que o dia que isso vai acontecer pode estar mais perto do que se imagina. Só não deixem a memória lhes falhar quem deixou tudo isso na situação em que o gigante está e como chegou a este ponto.

Por humanidade e pelo bom futebol. Pela história de quem faz a história do esporte preferido dos brasileiros. Essa instituição chamada Vasco da Gama tem muito o que fazer e a hora é agora.

E o que tem a ver tudo isso com o show do Menudo de 1985? Quem destruiu São Januário 32 anos atrás eram meninas adolescentes, não homens, muitos pais de meninas adolescentes. Hora de cair na real.