O Vasco e o MP

Hoje pela manhã, surgiu a notícia do resultado das investigações do Ministério Público do RJ acerca dos tumultos ocorridos na partida Vasco x Flamengo. E a conclusão é a de que a atual diretoria permitiu a entrada dos torcedores que provocaram a baderna. Seria cômico se não fosse trágico. Fotos mostraram nosso atual mandatário com membros da FJV, Será que ele não sabia de nada…

O que nos deixa um tanto ou quanto estarrecidos é como tem gente que criticou as investigações, colocaram a Globo na roda, com argumentos no mínimo toscos para não dizer adjetivo pior, de que a Globo tem medo do atual mandatário. Não existe um argumento plausível que possa justificar porque ainda tenham sujeitos que defendam o atual mandatário. Talvez a única explicação possível é que se trata de lunáticos que não saem dos anos 80 e 90. Ou então se beneficiam do clube. Fora isso, não há lógica de se defender essa diretoria. Uma presepada atrás da outra, um rebaixamento, uma quase não subida. Enfim, os fatos estão aí para mostrar o que a atual diretoria fez e faz.

Há pouco houve o lançamento de candidatura da situação e foram registrados conflitos na rua entre os próprios apoiadores. E quando se observa o comportamento dos mesmos nas redes sociais, se observa a truculência, a disposição para brigas, arruaças. E aí é que se entende o porquê ocorreram as brigas e invasões de campo que culminaram na interdição de SJ. E olha que foi branda essa interdição. Foram 6 jogos, poderiam ter sido pelo menos 10. São mal educados, fanáticos, te xingam, não têm argumentos. A verdade é que com esse grupo, o Vasco sempre será um clube dividido. E não podemos nos dividir. O espetáculo da torcida em volta de SJ no sábado demonstra que a união faz a força. Para isso, precisamos de dirigentes comprometidos com o clube, com vistas a pacificar e unir o clube em torno de si. Se os sócios se decidirem por Brant ou Campello, o atual grupo irá proferir bravatas e palavrões e a guerra seguirá, só que com eles do outro lado. Precisamos de união, cruzmaltinos e com a atual diretoria não existe diálogo. Portanto, o clube seguirá em guerra e não sairá do lugar.

O MP apenas cumpriu sua parte, baseado em relatórios da PM e conhecimento de algumas TO`s cruzmaltinas. E chegou a conclusão de que o atual mandatário é culpado sim pela administração temerária e inconsequente, permitindo a entrada da FJV ao estádio, quando esta deveria estar fora. Infelizmente o senhor atual mandatário se envolveu com uma TO. O resultado, todos já sabem. Nem precisa se avaliar a demanda. É chegada a hora de nos abrirmos para o futuro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *