O Vasco e o Basquete

Alguns leitores e amigos desta coluna vem há tempos solicitando a abordagem sobre um esporte que deu dois títulos brasileiros ao Vasco no início dos anos 2000 e outros tantos títulos estaduais e um bicampeonato sul americano.  Ufa!, o basquete.

E depois de tantos anos fora do cenário nacional e internacional, eis que o Vasco decide com a cara e a coragem montar uma equipe com poucos custos para tentar uma vaga no NBB seguindo o figurino atual , que é o torneio da Liga Ouro.   Uma equipe modesta, mas de muita raça e vontade, este time de basquete vem dentro de suas limitações cumprindo um digno e bom papel na final dessa competição.  Depois de começar perdendo os dois primeiros jogos, a equipe se recuperou e empatou a série em 2 a 2 , com a partida derradeira amanhã às 20:15 contra o time do Campo Mourão, no Paraná.

Inicialmente, parte da torcida foi contra a montagem desse time do basquete por acreditarem que a prioridade é o Vasco voltar à Série A do Brasileirão.  Porém, em que pese a atual situação de enxugamento de gastos, o vice-presidente de basquete Fernando Lima decidiu arriscar, dentro dos recursos disponíveis, montar um time modesto, mas digno e com vontade de vencer que, depois da desconfiança inicial, chegou a final da Liga Ouro e com chance de título porque não.  Tivemos um início meio claudicante, mas ao longo da competição o time se acertou. Mas para quem teve aquele grande time do final da década de 90 com Charles Byrd , Rogerio, Demetrius, Nenê Hilário,  que enfrentou o poderoso San Antonio Spurs em uma final de mundial, estamos muito aquém do que um dia fomos.  Agora, neste momento o que é a prioridade é tentar ganhar a Liga Ouro para entrarmos no NBB, ou seja, temos que ser pragmáticos, montar um time para subir para o NBB.  Depois montemos um time melhor.

Então, boa sorte amanhã a esse digno e raçudo time que o Vasco montou e que consigamos lograr sucesso contra o Campo Mourão e assim entrarmos no NBB.  E depois, montar um bom time por lá.  Os mulambos que nos aguardem, estamos chegando.