O Vasco e a Série B

E mais uma vez disputaremos a Série B em 8 anos.

Para um clube com uma das mais belas histórias desportivas do Brasil, senão mundial, o Vasco irá disputar pela terceira vez a Série B. E isso em um espaço de pouco mais de um ano entre uma queda e outra. Não vamos aqui discutir a política no Vasco da Gama, até porque este não é o foco desta coluna. Acima de discussão tola e idiota na rede entre euriquistas e não euriquistas com ofensas de ambos os lados e que não levará a lugar algum, todos somos Vasco acima de tudo e precisamos da união de todos.

O Vasco completou 27 jogos de invencibilidade ontem, com uma sonora goleada de 4 a 0 sobre o Sampaio Correa em São Luís. O que podemos esperar do Vasco nesta Série B ? Pergunta difícil, pois nestes 27 jogos de invencibilidade, com exceção dos 3 grandes cariocas, não tivemos adversários de envergadura similar a de Botafogo, Fluminense e Flamengo. A Série B é uma competição dura, extremamente cansativa, muitas viagens. Então, não há como saber se esse time, com média de idade avançada, manterá um nível alto de competitividade, tendo em vista a intensidade de muitas viagens. O que é certo é que uma hora sofreremos a derrota. Quando, não se sabe, mas a Série B é intensa. Existe a obrigação do título ? Teoricamente, o Vasco seria o grande favorito ao título, mas ao lembrarmos 2014, o Vasco sequer chegou perto de disputar o título; chegou em terceiro lugar e isso foi o bastante. Mas em um primeiro momento, o objetivo é sempre se manter entre os quatro primeiros; depois mais adiante, pensar no título porque não.

Pelo menos uma coisa é certa: se o Vasco conseguir manter a pegada que tem sido a grande característica até aqui da equipe e que é um dos principais fatores que mantém o Vasco invicto há 27 partidas, existe uma grande possibilidade, não só de voltar à Série A com sobras, bem como ganhar o título.