O Segundo Round

Hoje, dia das mães, teremos a segunda e última peleja que, efetivamente, decidirá o estadual 2016 do Rio de Janeiro.

Ao analisarmos time por time, vê-se que são times parecidíssimos na forma de jogar. Fazem do coletivo a sua principal razão de ser; são times de forte tendência defensiva.  Então, qual é a grande diferença entre as duas equipes? Um jogador chamado Nenê. Ele é o que há de diferente nesta decisão, o jogador-chave.  Por serem equipes de forte marcação, são equipes de ataques modestos, notadamente o time da estrela solitária.

Como o Vasco tem a vantagem do empate, bastará a este manter a sua invencibilidade, que perdura há 24 jogos. Já ao Botafogo restará tentar vencer por pelo menos dois gols de diferença, o que aconteceu poucas vezes na competição. Espera-se, pelo estilo das duas equipes, um jogo duríssimo, de forte marcação de intermediária a intermediária, em que um detalhe como a falha do goleiro Jefferson poderá selar a vitória de um ou outro.

Que tenhamos hoje um grande jogo e que vença o melhor.  E que o time da Colina consiga o bastante para ser bicampeão e fazer a alegria das mães vascaínas e demais torcedores Brasil afora. Ao final do dia, nova coluna analisando o jogo de hoje.