O que o Tite viu em São Januário.

Cada vez mais claro para todos nós que o que vinha faltando ao atual time do Vasco é motivação. Depois de uma boa atuação contra o Santos – quando a motivação óbvia era a classificação que seria heroica, a presença do técnico da Seleção Brasileira deve ter servido de “doping” para os jogadores do Vasco.

Tite pode ver ótimas revelações que, se mantiverem o nível apresentado nos últimos jogos, poderão no futuro servirem à Seleção. Refiro-me ao lateral Alan e ao ótimo volante Douglas. Dois garotos da base que entraram e vem jogando muito bem. O Douglas já se consolidou. O Alan ainda vai ter convencer o Jorginho de que Julio César já deu o que tinha que dar.

Viu também Andrezinho e principalmente Nenê voltarem a jogar bem. Depois do jogo, ouvi numa rádio que Nenê correu mais de 11 km durante a partida. E foi clara a vontade com que ele jogou ontem.

Com isso ganhou o time que não tomou conhecimento do vice-líder e venceu com sobras. Nas raras vezes em que fomos ameaçados, Martin Silva deu conta do recado.

Podíamos até ter vencido com uma diferença maior, não fosse a incrível incompetência para marcar do nosso atacante Éderson. É verdade que ele marcou os nossos gols da vitória, mas a quantidade de gols que ele perde é uma enormidade! Ontem não fizeram falta, mas na quarta foi o diferencial entre classificar ou não.

O problema agora é a motivação para as rodadas que faltam… Ô série B que não acaba nunca!

É claro que daria orgulho ver jogadores do Vasco na Seleção Brasileira. Mas prefiro que isso aconteça só quando o acesso estiver 100% garantido. Enquanto isso, deixem nossos jogadores titulares lá. Basta perdermos o goleiro para a Seleção Uruguaia.

Foto de capa: Marcelo Carnaval / Agência O Globo