Não está sendo fácil

Bom, o que era facilmente previsível desde o início do ano, está se confirmando: o Vasco com dificuldades no campeonato mais complicado do país. Não está sendo fácil. O título do carioca deu falsas esperanças a uma parte da torcida (a parte que deixa a paixão cegar um pouco, é bem verdade), e as atuações e resultados do brasileiro estão sendo de um amargor duro pra quem acreditava no time esse ano. Eu venho falando nas rodas de conversas há tempos que minha torcida é pra que a gente consiga se manter – e principalmente terminar – no meio da tabela, e fui apontada por alguns como pessimista. Não é pessimismo, gente, é a nossa realidade. Temos um plantel enooooorme, mas de qualidade bem questionável, e a culpa é da grana, ou da falta dela. Não tem como fazer milagre, com ou sem “respeito”.

Claro, se o Vasco surpreender e beliscar algo mais acima, estarei eu aqui comemorando e torcendo pra que a gente volte a ser o Vasco que queremos e de que sentimos falta, mas, repito, seria surpreendente. É início de temporada, eu sei. Muita coisa está por vir. Nosso papel é torcer, apoiar e aprender a cobrar na hora certa e das pessoas certas.

_____

Sobre ser sócia do Vasco. Gente, tá muito difícil. Li os textos da Carolinna, os comentários do Kiko e a estapafúrdia história do Zeh. Vivi há alguns anos a mesma odisseia aqui em casa. Tentativas de cadastro, pagamento efetuado e zero retorno do clube. Nem carteira, nem novo boleto. Anos depois, cadastro inativo, contato para regularização e nadica de nada de resposta. Fora o abandono em relação aos torcedores de fora do Rio. O Vasco é grande, é gigante! A torcida de casa é a que está mais presente, a que pode acompanhar jogos, treinos e o dia-a-dia do clube, das suas dependências, de outras modalidades. Mas tem muita gente de longe apaixonada pelo Vasco. Muita gente mesmo. Moro em João Pessoa e aqui não temos muita tradição com os clubes locais. Times de São Paulo vem com um pequeno crescimento de uns anos pra cá, mas o grosso mesmo torce pros times do Rio, especialmente pro clube da galinha preta e pro Vasco. Quais são os benefícios oferecidos pra gente? Porque ser vascaíno já é uma delícia, já é uma honra. Ter nossos nomes como associados certamente é de um prazer inenarrável, mas convenhamos, o carinho com a torcida precisa existir, especialmente nesses anos que não vêm sendo os melhores.

_____

Sigamos, enquanto isso, na torcida que podemos ser, apoiando, gritando, seja com prantos, raivas ou gargalhadas. Na alegria e na tristeza, como deve ser todo amor incondicional.

 

Saudações Cruzmaltinas!
/+/

Posted By Silvia Cambará

6 Comments

Marcio

Silvia, compartilho do mesmo sentimento, sou de goiás e a paixão não tem distância, também tenho vontade de me associar, mas pelo que vejo é dificil e sem retorno algum, a não ser ajudar o clube. No entanto fica muito claro que nossos “dirigentes” não querem nossa participação e o motivo é bem claro, não querem criar um monstro que pode acabar com a farra deles, lamentável. Abraço a todos.

Silvia Cambará

Não que ajudar o clube não seja uma causa justíssima, mas é claro que todo mundo quer um (bom) retorno, né? Mesmo que os custos sejam um pouco mais altos… E não sei se o receio deles seria a criação desse “montro”. Não é todo mundo que ia ter disposição (principalmente financeira) de ir ao Rio só pra votar. Enfim, aguardo -ansiosamente- um bom programa.

Abs!
/+/

alanildo

Sou maranhense de São Luís mas estou residindo em Blumenau/SC, tanto no Maranhão quanto em Santa Catarina a torcida do Vascão é gigante como sua história, mas realmente não há nenhum benefício para nós torcedores de fora do rio se associar. Ou isso muda ou não tem plano que dê certo.

Silvia Cambará

Pois é, Alanildo, nossa torcida é enorme. Tenho certeza que se tratada com mais zelo, tende a corresponder, né?

Abs!
/+/

Horacio

Se a referência do Óculos na foto é da Kátia Cega “Não está sendo fácil” é genial!! Adorei!

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *