Melhor ter de jogar pra ganhar

Ganhar é sempre muito bom. Mas o empate de ontem contra o Flamengo, no primeiro jogo da final, foi melhor que uma vitória magra.  Temos a mesma situação da semifinal. Precisamos ganhar o jogo final. Ponto.

Estamos cansados de ver o Vasco em vantagem sofrer reveses terríveis. A maldita falta de Petkovic, pouca gente lembra, ocorreu num fim de jogo quando o Vasco, com um time muito superior, perdia por 2 a 1 um jogo em que só não podíamos perder por dois gols de diferença. Joel Santana se acovardou e nóS ficamos torcendo por uma derrota de pouco. Segurando de forma ridicula um resultado que nos iria garantir uma taça sem brilho. O castigo veio de forma a eternizar a tristeza.

Uma vitória simples sobre um adversário fraco. É tudo do que precisamos no domingo que vem.

É claro que a arbitragem influi e muito no resultado. O que não dá pra entender e aceitar é que o nosso técnico seja o unico elemento eM 25000 pessoas a não ver que Everton Costa seria expulso. Adilson teve duas chances para saca-lo do time. Não o fez. Esperou que a arbitragem cumprisse seu papel. A expulsão fica na conta de Adilson E sua inércia. Podia ter custado muito mais caro.

Marcamos Conca individualmente e resolvemos o jogo contra o Flu. Que tal marcar Paulinho? Vai resolver.

Alecsandro ficou com raivinhas do Vasco. Em campo ontem comportou se como um bandido. Distribui cotoveladas e soladas para todos os lados, inclusive no ex-companheiro Luan, que o marcou com a lisura de sempre. Parece já ter se imbuído do espírito da Gávea.

Pior do que o banana do juiz, que se deixou pressionar pela gávea a partida inteira foi o bandeira que corria pelo lado das tribunas. Duas bolas saíram debaixo do seu nariz e o cidadão, escandalosamente, deixou passar.

Lembro da época do bandeira amarela e do bandeira vermelha. A Fifa acabou com a distinção entre os dois, escondendo-os um no outro. No estádio ou em casa, não se sabe direito quem é quem.

Calma. É só um golzinho… Faltam 90 minutos.

abraços

Zeh