Mais um vexame…. até quando continuaremos a ser chacota nacional

Hoje em São Januário, a equipe do Vasco da Gama presenteou sua torcida com uma atuação inoperante e pavorosa e perdeu merecidamente para o CRB por 2 a 1, sendo que no primeiro tempo tomou dois gols com requintes de crueldade em falhas do seu jogador mais regular, o zagueiro Luan que falhou nos dois gols.

Uma tarde para ser esquecida. Foi o que aconteceu hoje em São Januário. O jogo começou com o Vasco mais em cima, porém não conseguia definir as jogadas criadas em gol; mesmo assim jogava de forma preguiçosa, acreditando na suposta fragilidade da defesa do CRB, que tem a defesa mais vazada da Série B. Só que é preciso seriedade. E o Vasco perdia gols em profusão, em função dessa displicência e acomodação. Com isso, Nenê perdeu uma chance e Ederson outra. Em uma delas, uma bela defesa de Juliano. Porém, a partir dos 25 minutos, o Vasco voltou a jogar de forma mais displicente; a partir daí, o CRB começou a atacar um pouco mais, depois de sofrer no início do jogo. Então, próximo dos 40 minutos, pelo lado esquerdo da defesa do Vasco, na avenida Julio Cesar, cruzamento nas costas do zagueiro Luan; Zé Carlos tem tempo para dominar, e na frente de Luan toca para o gol e a bola bate na trave esquerda e entra: CRB 1 a 0. Já nos descontos do primeiro tempo,contra-ataque do CRB, nas costas do lateral Madson; Gerson Magrão avança em velocidade, passa fácil por Luan, cruza, Martin Silva olha a bola em um golpe de vista e Zé Carlos cabeceia nas costas de Rodrigo: CRB 2 a 0. O estrago está feito.

No segundo tempo, já com a vantagem, o CRB toca a bola, fica plantado na defesa e sempre que pode tenta o contra-ataque, deixando a equipe cruzmaltina nervosa. Julio Cesar erra muito, com muitas bolas em suas costas e a torcida passa a persegui-lo. Embora Jorginho tenha feito duas substituições, tirando Thalles e Felyppe Gabriel para as entradas de Picachu e Junior Dutra, as mesmas não surtiram o efeito desejado. Nem mesmo o gol de Ederson, nos descontos, depois de perder outros tantos, amenizou o vexame. .Lembramos que os times que estão logo atrás de nós como Avaí e Bahia, estão a ganhar em casa. O Avaí está a 3 pontos de nós; o Bahia 5. O Náutico acabou de vencer e está a 3 pontos do Vasco, em terceiro lugar, a três pontos de nós também. O Náutico está em ascensão e não perde há 11 jogos.

Cabe à nossa equipe reagir o quanto antes. Fazer as três vitórias e um empate e subirmos logo. Por ora esqueçamos o Atlético –GO e o título. Ainda mais pelo vexame hoje diante do CRB. Lamentável.

Posted By Ricardo Fortes

2 Comments

Miguel D. Medeiros

Ricardo Fortes. Até quando continuaremos a ser chacota Nacional. Respondo sem a menor duvida: Até o dia que o energúmeno e sua quadrilha forem defenestrados de São Januário.

Marcio-Goiás

vergonhoso, essa é a palavra correta, displicência, preguiça e certeza de que somente a camisa vai ganhar o jogo. O Luan pensa que é o Mauro Galvão, pra isso falta muito ainda, precisa de seriedade. Agora aguentar Diguinho e Júlio Cezar é doze pra leão. Não entendo como um time como o Vasco não tem um garoto na base que saiba marcar, um cabeça de área que simplesmente faça a função de marcador. Um abraço a todos.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *