Lutar sempre! Em qualquer circunstância.

Amigos Vascaínos,

E não é que surge uma semana inteira para treinamentos, intensificar jogadas ensaiadas, treinar lançamentos e cruzamentos, tabelas, jogadas em profundidade, posicionamento na área, marcação desde saída de bola do adversário e isso que seria normal na rotina não tenho encontrado neste time do Vasco. Não vejo uma jogada ensaiada. Vejo jogadores sem opção de jogadas porque as únicas são com os laterais cruzando na área (algo normal) e jogadores se jogando pra cavar faltas e com isso tomando cartões. Nossa única arma mesmo, a bola parada.

Sinto que nosso time tem crescido no 1º tempo, desperdiçando ótimas chances de gol e depois toma o gol e corre desesperado atrás do resultado. E assim foi contra o time reserva do internacional. Não podemos tomar gol no último minuto de jogo do 1º tempo. É muita desatenção.

Vejo o time às vezes destemperado, nervoso nas reclamações e os árbitros não perdoando, marcando tudo, sempre contra o Vasco, claro. Neste sábado passado o árbitro estava realmente mal intencionado. Fomos prejudicados sim. Nossos jogadores, principalmente os mais experientes e mais velhos, precisam ser mais equilibrados. Dagoberto já está suspenso. Três jogos, três cartões amarelos. Guiñazu três jogos, dois cartões e Serginho também, porém este por ser jogador do Atlético-Mg não poderá jogar por contrato. Não podemos ficar sem nossos principais jogadores porque não temos reservas à altura. Neste caso só o Lucas para reserva do Serginho. Nos demais, não temos peças que possam entrar e fazer diferença. Campeonato muito longo, precisamos de elenco qualificado (titular/reserva).

Mais um jogador chegou: Riascos. Apenas me lembro dele jogando pelo Tijuana do México quando perdeu um pênalti num jogo contra o Atlético Mineiro na libertadores. Trouxemos dois jogadores do cruzeiro, os dois em baixa lá e em condições físicas digamos abaixo do ideal. Claro que cruzeiro tem um elenco mais qualificado que o nosso, mas será que jogador descartado lá serve pra gente? Não questiono a qualidade do Dagoberto, porém está mais velho, não possui a mesma resistência física de sua vitoriosa carreira e por isso está jogando de meia, tanto pelo fator idade para não voltar tanto para buscar a bola, como para ajudar o time, que não possui um meia armador. Isso é comum no futebol e temos um exemplo no próprio Vasco em Roberto Dinamite, que ao longo do tempo voltou para ajudar a armar. Mesmo assim continuo achando que ele não serve para ser o 10 do time.

Continuo evidenciando o cansaço do nosso time no 2º tempo. Nossos atacantes se “matam” em campo correndo, vindo buscar a bola e não conseguem render ao longo do jogo. Madson caiu consideravelmente de produção. Cristiano não consegue acertar um cruzamento.
Realmente se não chegar um meia ficará difícil buscar resultado tanto pela técnica quanto pelo condicionamento físico dos nossos jogadores. Nosso banco não consegue em campo render. Thales já ligou o sinal pra esta diretoria que está nas farras. Bernardo nem precisa dizer, ele mesmo divulga suas noites em vídeos… O que esperar desse time? Sinceramente, não sei. Às vezes me surpreende indo pra cima do adversário, buscando o gol, mas às vezes cai na mesma rotina. Jogos que me tiram do sério.

No jogo contra o Inter gostei da vontade no 2º tempo de buscar o gol, mas aconteceu o que venho comentando entre amigos: se não tem o meia armador, adianta o Júlio dos Santos que possui uma técnica refinada, sabe passar e lançar e deixa-o sem obrigação de marcar. Ele é lento, porém muito habilidoso. Deixa-o na criação sem precisa ir e voltar, assim ele não se cansa e produz mais. Dessa forma, o time alcançou o gol e tentou buscar a vitória, mesmo que já não desse mais tempo. Não é o ideal, mas é o mais próximo que podemos ter enquanto não chega o nosso camisa 10.

Contra o atlético-mineiro espero um jogo duríssimo, disputado, porém com resultado simples. Vasco costuma fazer as melhores apresentações contra times ofensivos que permitem jogar.

torcida_vasco_580_marcelo_sadio_site_vasco

A Busca pela vitória condiz com o que o Vasco da Gama representa. Lutar sempre, independente das circunstâncias.

Ao Vasco tudo! Sempre!

—–

E vocês já são sócios do Vasco? Estão esperando o quê?

—–

Gostaria de convidar a todos para assistirem o Hangout do qual participo todas as terças-feiras às 22h: FALA VASCAÍNO.

Carolina Sousa
E-mail: carolinasousao@globo.com