Liderança Absoluta – 32 Jogos Invicto

Foi o suficiente para garantir ao menos a liderança isolada da série B nesta noite. O Vasco empatou há pouco em 1 a 1 com o Oeste de Itápolis, na Arena Barueri.  Hoje o Vasco não jogou bem, deu muitos espaços na marcação; muitas vezes o Oeste vinha com a bola dominada do seu campo de defesa sem que seus jogadores fossem importunados, vinham driblando, tocando a bola livremente no campo de defesa cruzmaltino.

Embora o Oeste tenha tido muita liberdade em suas jogadas, não tivemos tempo nem para respirar. Com 23 segundos, rebatida da defesa do Oeste; Yago Picachu faz um lançamento e encontra Nenê pela ponta esquerda. Relembrando seu começo de carreira como ponta-esquerda, Nenê dominou a bola e chutou com rara categoria no ângulo esquerdo de Felipe Alves. Vasco 1 a 0.  Quando pensávamos que teríamos um jogo sem maiores dificuldades, eis que o Vasco recua e passa a jogar no contra-ataque muito cedo.  Eventualmente, uma boa jogada ali, outra aqui e o Vasco poderia até ter ampliado o placar; mas depois dos 20 minutos do primeiro tempo, o Oeste passa a dominar o jogo.  O que chamou a atenção foi a facilidade com que o Oeste saia de seu campo de defesa tocando, sem que um jogador do Vasco conseguisse  marcar  e tomar a bola do time deles. De toque em toque , começaram a criar chances , chutar contra a nossa meta.  Até que lá pelos 30, 35 minutos , o Oeste empata o jogo exatamente por conta dessa facilidade com que eles tocavam a bola em nosso campo de defesa e eles vinham tocando desde o goleiro.  Inadmissível, acomodação, o fato é que ser dominado pelo toque de bola do time do Oeste de Itápolis que fpi rebaixado a Série A2 no último Paulistão é um pouco demais, em que pese que tenham contratado parte do time do Audax vice-campeão este ano.

Já no segundo tempo não tivemos tantas chances de gol para ambos os lados. Embora o Oeste continuasse tocando a bola com certa facilidade, não foi muito a frente.  O Vasco voltou a ter mais posse de bola, embora sem muita objetividade.  Caio Monteiro entrou no lugar de Thales e não acrescentou muita coisa; depois entraram William e Henrique para jogar pelo lado esquerdo.  Chamou a atenção o penúltimo citado.  William entrou no lugar de Julio dos Santos e demonstrou certo dinamismo na marcação e saída de bola.  Inclusive deu um bom chute a gol que quase entra, não fosse o zagueiro do Oeste tirar quase em cima da linha.  Mas não teve mais do que isso.  Noves fora, no final o importante é que, com a derrota do Atlético Goianiense , ficamos com a liderança isolada e a invencibilidade intacta, agora com 32 jogos.  Mesmo não jogando bem, os times continuam a penar quando jogam contra o escrete da Colina.