Jogo ruim… Torcida MARAVILHOSA!

E mais uma vez provamos que o que faz o Vasco não é os que eventualmente envergam a sua linda camisa em campo, mas sim aqueles que independentemente da divisão, do dia, dos resultados, da diretoria, ou de qualquer outro fator que nos desvie de nosso caminho natural de vitórias e gigantismo. O Vasco é a sua imensa e gigante torcida bem feliz!

No meu último texto, escrevi aqui que havia muitas razões para não ir ao jogo, e apenas uma para ir. Essa, graças a Deus, foi soberana e enchemos a nossa segunda casa, o nosso salão de festas, numa festa linda e numa demonstração de amor incondicional que poucos clubes podem dizer que tem no mundo.

O jogo foi fraquíssimo, com o nosso time mostrando mais do mesmo: uma imensa dificuldade de furar retrancas de times de menor expressão. Essa, aliás, foi a tônica de nosso purgatório na série B neste ano, haja vista a quantidade enorme de empates que temos e a dificuldade irritante de definirmos logo a nossa volta à elite do futebol brasileiro. Um primeiro tempo modorrento, em que achamos um pênalti em uma jogada quase que fortuita. E um segundo tempo em que o Vasco se contentou em manter o resultado (talvez traumatizado pelos últimos quatros reveses…), e o adversário se contentou em perder de pouco (confesso que não entendi nada, neste caso…).

Um jogo nem um pouco condizente com o imenso apoio daqueles que amam incondicionalmente o Vasco e, a despeito da situação atual do time e do clube dentro e fora do campo, comparecem ao estádio para apoiar e mostrar ao mundo que não concordamos com o que estão fazendo com o nosso Vasco, que nossa história de glórias e superação não pode continuar a ser manchada por aqueles que querem apenas do Vasco se aproveitar.

O Vasco é meu! O Vasco é seu! O Vasco é nosso!

Ontem eu renovei todas as minhas esperanças de que sairemos desse atoleiro em que nos encontramos desde o início desse século. Muito obrigado torcida do Vasco! Tenho um imenso orgulho de fazer parte dessa turma da fuzarca!

——————-

Na próxima terça-feira (se não tivermos novidades…), os sócios do Vasco escolherão o futuro do clube. Uma pena que, num quadro muito otimista, apenas umas 2000 pessoas decidirão o futuro de um clube que permeia a paixão de mais de 20 milhões de pessoas… Eu, como sócio proprietário, sinceramente sinto-me pouco à vontade para representar tanta gente…

Que “papai do céu” nos ilumine e que possamos escolher o melhor para o nosso amado clube e para a nossa imensa torcida bem feliz.

——————-

E a estatística da minha “pé quente” (minha filha Gabriela) segue excelente! Com jogo de ontem, já são 19 jogos com simplesmente 16 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota – um aproveitamento de mais de 87% !!!! Nem o Real Madrid consegue um desempenho assim!!!