Hideraldo Luis Bellini

Meu velho pai deve estar muito triste. Bellini é mais um dos craques do Vasco que ele viu jogar depois do expresso da vitória que parte pro céu. Não o vi jogar, exceto nas partidas da Copa de 58. Segundo ele, Bellini jogava sempre sério. Era elegante, mas sabia baixar o pau quando necessário. Foi mais um a levar o nome do Vasco.

Minha mãe sempre o elogiava. Era pra ela o jogador de futebol mais bonito que já havia visto. Acho que ela não gostaria muito dessa fase atual de Neymares e que tais…

Bellini é a prova de que o líder de um time de gênios não é necessariamente o maior dos gênios. Em entrevistas, os campeões do mundo de 58 e 62 foram unânimes em dizer que era um dos pontos de equilíbrio do time. Um gentleman.

Sobre 62, existe uma história de que Bellini seria novamente titular e capitão. Mas seu reserva imediato, Mauro, se revoltou com a condição de reserva em três copas seguidas e ameaçou abandonar a seleção. Aymoré Moreira, o técnico, teria então, surpreendentemente, colocado Mauro no time. Todos pensaram que seria o estopim da crise no time. Mas Bellini disse que era justo. E sentou-se no banco para confortavelmente assistir Garrincha, Vavá e os demais trazer a Copa. Com Mauro, o que o substituiu, repetindo seu gesto.

Bellini é estátua no estádio mais mítico do planeta. Este foi mudado? Pra pior? Continua sendo o Maraca. E Bellini está lá. E o Vasco está nele.

Jogou no Vasco de 1952 a 1962. Cerca de dez anos de Vasco. E se isso já é espantoso nos dias de hoje, imaginem que não atuou no famoso jogo contra o Real Madrid, no torneio de Paris. Apenas um dos titulares da defesa jogou. E ganhamos. Imaginem hoje jogar com a zaga e laterais reservas…

*****

Estava aqui em casa assistindo à derrota do Fluminense no Ceará, quando me toquei de algo quase incrível. Enquanto o Flu joga numa quinta feira antes da inútil última rodada do campeonato carioca, no qual ele já está classificado para as finais, o Vasco treina.

O Vasco da Gama vai jogar pela Copa do Brasil no dia 3 de abril. No meio das finais do Campeonato Carioca. Gostaria de saber por que raios o Vasco não jogou hoje. Pior do que jogar na data agendada, está se cogitando levar o jogo para Manaus ou coisa que o valha.

Ou os geniais dirigentes do Vasco não pensaram nisso, ou não acreditam na chegada do Vasco à finalíssima, que começa no dia 6 de abril.

Não dá pra mensurar o tamanho do prejuízo que teremos com esta partida marcada neste dia. Gostaria muitíssimo de saber quem agendou isso na CBF e quem aceitou pelo Vasco.