Ficou para o final

Vasco e Volta Redonda no Raulino, domingão. O jogo não foi bom e isso nem precisava ser dito.

Uma derrota desnecessária e que deixou os dois times na luta pela vaga na semifinal da Taça GB. Para que o Time da Colina consiga, é preciso vencer a Portuguesa (o que esperamos não ser sofrido) e torcer para que o Fluminense vença o confronto contra o próprio Voltaço, na rodada final. Há quem estranhe esse novo formato que, em apenas cinco rodadas, chega nessa fase. A impressão é que estamos vendo ainda os times como alunos primários esperando o carnaval passar para, só então, começarem a estudar de verdade.

O time não está com a desenvoltura necessária para vencer o estadual e muito menos para se manter na elite do Brasileirão esse ano. A contratação de Luís Fabiano pode representar um alento, mas como dito desde o começo do ano, sem ligação no meio de campo, não tem jogada que preste e a defesa sofrendo da eterna dependência do Martin Silva. Realmente as coisas não estão boas. E fazer a famosa “linha burra” de impedimento, que resultou no gol da derrota de ontem, é pedir pra levar muitos mais.

Voltando a dizer, muito precisa ser feito, pois assim, nem vale a pena pagar o pacote pra ver o jogo em casa, nem descer pro barzinho pra tirar uma com uma gelada, nem ver o VT. Quem ficou com o Grammy ontem, teve mais diversão.