Erro zero….feliz 2017

E ontem, de uma maneira até certo ponto cruel, o Vasco empatou ontem em 2 a 2 contra a equipe do Santos Futebol Clube. Um resultado normal, considerando-se a história dos dois clubes; mas que acabou com o ano do Vasco; afinal Série B virou um fardo pesado a se carregar.

Quanto a partida, foi uma partida franca, bem movimentada e o Vasco partiu para dentro do adversário e o Santos reagindo à altura. Ou seja, um jogo equilibrado, até que….em uma bola vadia no meio de campo, Andrezinho dá um passe errado de 3m, o lateral-esquerdo Julio Cesar erra o tempo de marcação. Thiago Maia se aproveita da falha de ambos, cruza, Martin Silva sai catando cavacos e coquinhos, menos a bola e Copeti se aproveita para tocar para o gol vazio; Santos 1 a 0. O erro zero de Jorginho já tinha ido para o espaço nos primeiros 25 minutos. No entanto, aos poucos, o Vasco se recupera do gol tomado, volta a atacar e em uma jogada pela ponta direita, Junior Dutra cruza rasteiro, a bola vem para Nenê que fuzila no canto esquerdo de Vandrelei, 1 a`1. Findo o primeiro tempo.

No segundo tempo, o Vasco partiu para o tudo ou nada, atacando incessantemente, tentando imprensar o Santos em seu próprio campo, até que aos 24 minutos, cruzamento da esquerda e Ederson aproveita, Vasco 2 a 1. Alguns minutos mais tarde, jogada de Nenê começando pela ponta direita e então ele dá meio que um chutão para a área e encontra Yago Pikachu; e este rola a bola para Ederson que perde um gol quase debaixo das traves. O jogo fica franco. Perto do final do jogo, no campo de ataque cruzmaltino, o lateral esquerdo Alan Cardoso, que entrou no lugar de Julio Cesar lesionado, sofre falta de Lucas Lima; a jogada prossegue no campo de defesa do Vasco, o atacante Joel, impedido, recebe a bola, cruza e Rodrigo dá um carrinho e faz contra, dando números finais à peleja: 2 a 2. Uma forma cruel de ser eliminado. O Vasco é eliminado de forma cruel, através de um gol contra nos últimos minutos.

Um adendo: por mais que no segundo gol cruzmaltino, a arbitragem tenha errado de forma clamorosa e foram dois erros seguidos, o Santos mereceu a classificação. O time deles é muito superior ao nosso. O erro zero não ocorreu: Martin Silva falhou bisonhamente no primeiro gol; Éderson perdeu um gol feito; e Rodrigo completou o show de bizarrices. Feliz 2017 para nós.

Posted By Ricardo Fortes

4 Comments

Miguel D. Medeiros

Ricardo Fortes, o soprador de apitos nos atrapalhou. Agora,quem mais nos prejudicou, foi o Jorginho, que no primeiro jogo escalou mau e mudou pior. Fomos eliminados na Vila. Levamos um vareio de bola sem dó e piedade. Quem tem o treineiro que temos, não precisa de adversários. Faze o que? Enquanto essa praga Virús Miranda, tiver qualquer vinculo com o clube, o Vasco já mais voltará a ser grande.

Vasco

Sobre 2017…
http://www.netvasco.com.br/n/183716/em-nota-casaca-critica-abordagem-da-imprensa-sobre-queda-da-portuguesa-e-erros-de-arbitragem-contra-o-vasco

Ricardo Fortes

Prezado usuário Vasco,

Não citamos a arbitragem propositalmente. Esse argumento desse site Cascata já encheu a paciência de muita gente, com sua defesa intransigente de um dirigente ultrapassado e que já nem deveria estar mais dentro do Vasco. Tudo que o Casaca diz , não diz respeito a esta coluna, pois como verdadeiros vascaínos devemos aceitar opiniões isentas. Lamento, usar a arbitragem como o Casaca (ops Cascata) usa para justificar a queda para a Série B e agora na eliminação da CB, me soa como desonestidade para o torcedor comum. Pedimos não mencionar mais esse veículo extremamente parcial em relação a atual diretoria.

Vasco

Prezado Ricardo
Peço-lhe sinceras desculpas. A intenção não foi defender o dirigente, tampouco o movimento casaquista. Acima de tudo somos Vasco. Apenas quis apresentar uma visão que, no tocante ao episodio Flamenguesa e a cobertura nada imparcial da imprensa em relação aos nossos assuntos, não me pareceu descabida, mesmo vindo de um grupo reconhecidamente radical. Obrigado e parabéns pelas excelentes colunas. SV

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *