Eleição

A eleição para presidente teve um resultado muito dividido. Em três. Dilma, Aécio e as abstenções tiveram resultados muito próximos. Um percentual baixíssimo manteve Dilma no Palácio do Planalto.

Quando você vota em alguém ou deixa de votar em ambos, pode fazê-lo por uma opinião, independente de ser certa ou errada, por visar o bem comum, o bem do país, o seu próprio bem ou por um interesse qualquer, lícito ou não.

Certo é que nunca vi ninguém votar no candidato pior objetivando a destruição do país. Ou da entidade.

O que quero dizer com isso?

Há gente má que votou no Aécio. Há bandidos que votaram em Dilma. Há escroques que se abstiveram.

Mas a maioria é gente boa que realmente acreditava em a, b ou c.

Então, xingar quem votou no lado oposto ao seu é um grande erro. Porque a gigantesca maioria dessas pessoas o fez esperando o melhor e não por interesses obscuros. Pior que isso, ao ofender quem não pensa igual a você, você ao invés de convencer essas pessoas de que elas erraram em sua escolha, estará dando a estes um novo reforço: o ódio.

O eleitor já pode (deve) estar completamente arrependido da escolha que fez. Até que vem a ofensa. O deboche por sua escolha. Nessa hora, ele passa a ter a certeza de que a outra opção teria sido pior, exatamente por causa dessa reação.

Desopilar seu fígado em público só reforça o outro lado. Seja ele qual for. Precisamos de convencimento, não de escárnio ou deboches. No fundo, todo mundo quer ver o Brasil no caminho certo. Tirando aquela meia dúzia. Os demais estão ai, pra serem convencidos. Por ideias.

E eu olho pro planalto e vejo São Januário.

Posted By administrador

4 Comments

Eduardo

Espero que esse texto não seja apenas para reforçar aquela idéia de quem critica o governo é movido pelo ódio ou golpismo. Não votei no Eurico, mas confesso sem problema nenhum que teria votado se fosse sócio. E compreendo perfeitamente quem o critica e até aqueles que pedem a sua renúncia. A campanha ridícula do Vasco no brasileiro é RESPONSABILIDADE dele. Não vou aqui estabelecer de quem é a culpa ou atribuir percentuais de culpa para esta administração e para a que a antecedeu. Mais importan

Eduardo

mais importante do que a CULPA é a RESPONSABILIDADE e essa é do Eurico, que é o presidente do clube. Não vou chamar de golpista quem pede a sua saída. Não vou dizer que são pessoas movidas por ódio. Meu apoio ao Eurico não chegará a esse ponto. E também não vou demonizar quem pensa diferente. Tenho uma determinada visão acerca da política do Vasco mas é claro que o que está acontecendo agora no clube é muito sério e é compreensível que pessoas exijam a saída do comandante atual do clube.

Eduardo

Também não vou demonizar, satirizar ou ironizar quem fizer protestos pacíficos contra a diretoria. Não vou ofendê-los pois estaria fazendo a mesma coisa que fazem os apoiadores do governo e do PT, que xingam as pessoas que protestam nas ruas e tratam essas pessoas como golpistas, elitistas, antidemocráticas, etc…O Vasco está ficando despedaçado e é normal que pessoas protestem contra essa situação. O Brasil está sendo destruído e arruinado e também é normal que pessoas protestem contra isso.

Antônio

Qualquer semelhança não é mera coincidência. Infelizmente Brasília e São Januário têm muita coisa em comum. Arrogância, truculência, incompetência, corrupção, etc…

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *