E tinha um baiano no caminho….

Mais uma vez uma derrota vexatória.  E para um time baiano. Dessa vez 3 a 0 para o Bahia na Fonte Nova. Bem verdade que, no primeiro tempo fomos bem defensivamente. Porém, no segundo tempo, depois de tomarmos o primeiro gol, o time desandou por completo e sucumbimos diante da equipe baiana.

Conforme destacado acima, no primeiro tempo tivemos um jogo morno.  E a zaga Erazo/Ricardo Graça foi bem, interceptando todos os lances.  O único lance de perigo foi aos 41 minutos, onde Mena dividiu com o goleiro Fernando Miguel e a bola sobrou para Élber que perdeu com o gol vazio. Fora isso, foi um jogo horroroso.

O segundo tempo também começou morno e em ritmo lento. As defesas predominam sobre os ataques.  Mas após os 20 minutos finais, aconteceu o desastre.  Pouco antes, o Bahia resolveu tomar  mais a iniciativa, apertando mais a nossa saída de bola.  E o Bahia fez a alteração que mudaria o jogo: a entrada de Regis.  Aos 23 minutos, em um contra-ataque, Pikachu faz uma boa jogada e chuta para fácil defesa  de Anderson.  Um minuto depois, aos 24 minutos, Regis inicia a jogada do primeiro gol do jogo: ele toca a bola para João Pedro que dá um drible bisonho no lateral Fabricio e cruza para Élber completar para o fundo das redes dividindo com nossos zagueiros.  Por que esse lateral foi escalado: não bastou ele ter entregue o estadual de bandeja ao Botafogo com uma expulsão ridícula ?? Após esse gol, desmoronamos por completo.  E o Bahia tomou conta da partida. Aos 35 minutos, Zé Rafael entra livre, ganha de Erazo na corrida e acerta a trave.  Mas 40 minutos não teve jeito: Zé Rafael recebe a bola, dribla Fernando Miguel e faz o segundo o gol.  E para completar, Desabato faz falta dura e é expulso.  Com menos um, o Bahia fez o terceiro nos acréscimos com Alione fazendo boa jogada, tocando para Regis dar números finais a partida.

Mais um vexame na Bahia.  Três gols em praticamente vinte minutos.  Seguimos nosso calvário. Caímos para o décimo-terceiro lugar, a 2 pontos do Z4.  Estamos ainda no primeiro terço do campeonato.  Mas os próximos jogos contra o Paraná e o Botafogo, são fundamentais que vençamos para podermos ter tranquilidade durante a Copa.  Ficar no Z4 durante a Copa não seria uma boa para a gente.