E segue o martírio

E seguimos após 6 rodadas sem vencer. Hoje o time jogou melhor defensivamente, no entanto mais uma vez o time toma um gol nos minutos finais. Até os 42 minutos do segundo tempo, tínhamos uma boa vitória sobre o Fortaleza em mãos. Mas Valdívia e Lucas Mineiro puseram tudo a perder. Eram 3 pontos para aliviar a delicada situação. Mas infelizmente não foi dessa vez.

Foi um jogo corrido. Mas de baixo nível técnico. Mas o time melhorou em relação ao jogo contra o Avaí. Pelo menos jogou de igual para igual contra o Fortaleza. E foi um jogo de poucas chances. Até os 20 minutos, nenhuma chance para os times. Só aos 25 minutos, o Fortaleza teve a primeira chance com uma cabeçada de Junior Santos. O Fortaleza forçava sempre as jogadas em cima do inoperante Danilo Barcelos . A partir dos 30 minutos, o Vasco melhorou na marcação e começou a encaixar os contra-ataques. E com o ponta-direita Rossi. E teve 3 chances: aos 26, Rossi passou fácil por Carlinhos e cruzou na cabeça de Marrony que o goleiro Felipe Alves espalmou, sendo que a bola bateu em Quintero. E outras duas, aos 40 e 43, com Lucas Mineiro: uma em boa jogada de Marrony e outra em um vacilo da defesa do leão cearense em que ele correu sozinho, mas permitiu que o zagueiro Quintero tirasse a bola no carrinho para escanteio.

No segundo tempo, os dois times saíram mais para o jogo. E aos 6 minutos, Junior Santos recebeu um cruzamento e cabeceou no travessão. E o Vasco respondeu 3 minutos depois em cruzamento de Rossi e cabeçada de Werley e defesa de Felipe Alves e a bola bate na trave. Aos 13, Ricardo Graça salva novamente em cima da linha. E Rossi seguiu com suas arrancadas e cruzamentos. E aos 26 minutos, com o Fortaleza todo em cima, novamente em uma bobeira da defesa cearense, Rossi novamente dispara, dribla o goleiro e é derrubado. Pênalti. Pikachu cobra forte no canto e abre o placar. E o jogo seguiu com o Fortaleza em cima e aos 30 minutos Werley salva em cima da linha. O jogo seguiu brigado, com pressão do time local, até que aos 41, em uma cobrança de lateral, Lucas Mineiro vacila e Romarinho fica livre e empata, dando números finais a partida.

Com esse empate, seguimos na lanterna. Com a provável saída de Maxi López, que pediu a rescisão e Ribamar, começou a limpa no elenco. A ideia é a dispensa de pelo menos 10 jogadores para desinchar o elenco. Com essas saídas, faltam 7 ainda. É fácil fazer a lista. O time é muito ruim. E já foi dito em colunas anteriores que o problema não é treinador. E dispensar 10 e trazer 5 titulares. Principalmente meio de campo e atacantes. Deus salve o Vasco.