É com esse que eu vou

v asco imagem marcelo sadio 2014

Com os acertos e erros, a dúvida e a certeza.

Ou com o drama e a glória.

Sem dinheiro ou renovação, mas com o futuro que sempre é uma promessa quando se trata de futebol.

E uma missão das mais sérias.

Pouco importa se o adversário, Vila Nova, está rebaixados. Estes são os piores: franco-atiradores.

Depois da decepcionante atuação do sábado passado, tudo o que o Vasco precisa é apagar aquela imagem e sacramentar uma vitória logo mais, que praticamente o assegura de volta ao lugar de onde nunca deveria ter saído, ainda mais depois daquela inaceitável manutenção da partida em Joinville 2013, conversa para muitas colunas e, quem sabe, um livro.

É a hora do sprint final.

Tática e técnica ficam de lado, embora estejam longe de ser desnecessárias, lógico.

Hoje à noite é dia de coração na ponta da chuteira.

É claro que muitos vascaínos não estão satisfeitos com este ano de 2014, por diversos motivos, e um deles é a oscilação do time.

Entretanto, a hora é de atender prioridades.

Primeiro, subir duma vez. Depois, o resto se acerta, assim se espera.

Entendo os que fizeram oposição à volta do presidente Eurico, já podemos dizer dessa forma. Eu mesmo, estrangeiro visitante nestas cores, tenho lá minhas opiniões e posso dizer que, depois de quase trinta anos acompanhando, Eurico, embora não seja nenhum santo, para mim está longe de ser o demônio pintado pelos meios de comunicação, sempre ávidos em enaltecer o rival de todos. Quando vejo certas coisas nas Laranjeiras, entendo porque alguns torcedores do Flu dizem “Ah, com o Eurico isso não aconteceria mesmo” – e têm toda razão.

Uma coisa é certa: o Vasco sairá de vez desse desgoverno de Roberto, decepcionante para mim por ter sido meu primeiro ídolo fora do meu Fluminense – ele fazia vários gols no Flamengo, eu gostava muito, era difícil vê-lo contra meu time. Ainda tento separar o craque, o eterno artilheiro, do presidente do clube. Tento.

Tudo tem seu tempo. Primeiro, resolver esta situação crucial, por mais que as coisas estejam encaminhadas – e quem me acompanha aqui sabe do meu otimismo em relação à volta. Mais tarde, o resto, que é muito, mas que é também mais fácil de se resolver quando se está na A.

O permanente lugar do Vasco.

É com esse que eu vou.

Vai dar tudo certo logo mais

@pauloandel

Imagem: Marcelo Sadio/CRVG