E aí Abelão….

Hoje o Vasco teve até uma atuação digna, razoável, com o time praticamente sub 20. Mas não aproveitou as chances criadas e foi derrotada pelo Botafogo por 1 a 0, com um gol no final da partida. A questão é: e aí Abelão ? O time hoje segue sem um padrão de jogo e organização. Mas ao menos foi uma equipe mais incisiva ofensivamente.

Foi um jogo brigado por duas equipes que possuem praticamente o mesmo nível técnico. O Botafogo veio com meia equipe titular. O Vasco com um time praticamente sub 20, onde o mais velho era Ribamar, de 22 anos. Mas o grande destaque dessa equipe hoje foi o ponta direita Vinicius, de 18 anos. Acertou duas bolas na trave e criou boas jogadas. Foi para a esquerda no segundo tempo e não foi tão efetivo. O primeiro tempo foram 3 chances para o Vasco e 2 para o Glorioso. Andrey bateu falta aos 13 minuto e boa defesa de Gatito; aos 24, jogada de Ribamar pela esquerda e cruza rasteiro para Vinícius dominar, limpar e bater colocado na trave. E o Botafogo acertou a trave aos 37, com Luiz Henrique e com Bruni Nazario aos 21, em cobrança de falta meio espírita. E Vinícius, aos 39, novamente carimbou a trave em um toque de letra, em cruzamento de Cayo Tenório. SEria um gol antológico.

O segundo tempo teve mais correria, o Vasco atacou mais, mas finalizou menos. Só aos 14, em um chute perigoso de Marco Jr para outra boa defesa de Gatito. Já o Botafogo teve duas chances: uma com Alex Santana para boa defesa de Lucão e o gol aos 45, de Igor Cássio. Cayo Tenorio erra o cruzamento e não volta; Bruno Nazario aproveita o corredor livre e cruza para Igor Cássio que cabeceia, Lucão defende e a bola volta para o mesmo Igor Cássio; na verdade, na rebatida de Lucão, uma bela defesa, a bola bate no peito do atacante e entra. Um gol meio de sorte. Mas o que importa é que entrou e o onze cruzmaltino, que não merecia perder. perdeu o jogo e saiu da Taça GB.

No final das contas, o Vasco tinha poucas chances de ir a semifinal do primeiro turno. O que importa agora é tentar começar com o pé direito na Sula. O time está em frangalhos. Mas tem que se ir em frente e tentar fazer o melhor possível diante do caos que é o ambiente hoje no Vasco. E voltamos a frase do início: e aí Abelão….