Dessa vez um grande desastre…

O título da coluna anterior foi um pequeno desastre. Mas dessa vez….Mesmo com Breno na zaga, com uma atuação deplorável, a equipe foi humilhantemente batida pelos gambás hoje por 4 a 1. Jogamos um bom primeiro tempo, mas um segundo tempo para se esquecer.

O primeiro tempo foi dominado pelo time cruzmaltino. O time paulista só conseguiu levar perigo ao nosso gol apenas aos 41 minutos com uma cabeçada de Danilo Avellar no travessão. No mais, só deu Vasco. Pikachu aos 15 minutos, chutou com perigo; aos 27, em cobrança de escanteio de Evander, cabeçada de Andrey, defesa de Cássio e Pikachu bate por cima. E Andrés Rios chuta aos 37 minutos, de longe, e a bola raspa o travessão. E aos 44, finalmente se fez justiça ao time cruzmaltino: Pikachu escapa de dois e é derrubado por Fagner. Pênalti que Pikachu cobra com categoria abrindo o placar. E o primeiro tempo parou por aí.

Mas no segundo tempo, quanta diferença…O Vasco voltou que nem cachorro em dia de mudança. E aí, veio o que já sabemos. Tudo começou aos 3 minutos com Evander que errou a jogada: ao invés de servir Ramon, livre pela esquerda, tocou para o meio… nisso bola lançada para Claysson na ponta esquerda, nas costas de Luiz Gustavo, totalmente fora de posição. Cruzamento para Jadson que, segura a bola na frente de Martin Silva e toca para trás para Romero empatar o jogo. Ao sofrer o gol, o time cruzmaltino perde o rumo e os gambás viram o jogo aos 11, novamente nas costas de Luiz Gustavo. Bola lançada para Pedrinho que corre pela ponta esquerda e cruza para Romero se antecipar a Breno e Ricardo Graça para tocar para o fundo da rede. Mais desespero, o Vasco não consegue mais criar jogadas de ataque e a goleada é questão de tempo. Aos 31, Mateus Vital que entra no lugar de Pedrinho, invade a área, ganha na corrida de Breno e Ricardo Graça e é derrubado por Breno. Pênalti. Jadson cobra com categoria e 3 a 1 gambás. E nos acréscimos, linha burra de impedimento, bola passa entra as pernas de Breno e Romero, em posição legal, aparece livre e completa a goleada.

E então ? Tudo perdido ? Duas derrotas seguidas e doídas por competições diferentes. Dependendo da rodada de hoje, o Vasco poderá cair para o décimo quarto lugar, perto do Z4. Próximos jogos: Bambis e Palmeiras. Fora de casa. Para quem acredita em milagres, se o espírito da década de 90 baixar no limitado time cruzmaltino, quem sabe sairemos da lama. Só que nunca sabemos que Vasco entrará em campo. Agora é esquecer a humilhação de hoje e pensar nos próximos jogos. Não há mais o que lamentar ou reclamar.