Desabafo, de Karla Macedo

Já começo me desculpando pelo desabafo e dizendo que não espero aprovações…
Permanecerei nesse grupo pelas pessoas que gosto e que aqui estão, mas hoje acabou pra mim!
Tive como conduta algo que sempre condenei, ainda descendo as rampas do Maraca, joguei fora a bandeira e a camisa do Vasco após rasgá-la… Uma hora é preciso tomar vergonha na cara, e talvez a única forma que tenha encontrado para me manter fora dos estádios e de toda essa nojeira que se encontra o futebol Carioca, e o “Clube” de regatas vasco da gama (simmmmm, com letras minúsculas, pois é isso que nos tornamos, minúsculos), foi tendo uma atitude radical e que me envergonhe ao ponto de nunca mais vestir essa camisa e voltar a um estádio.
Pode parecer radical demais, dramático demais… Mas sem essa de que o sentimento não para… para sim, todo amor acaba, se desgasta ou pelo menos se transforma… o meu não seria diferente… com o perdão da vulgaridade, brochei!

Pra mim não dá mais!!!

Não me interessa se jogou mais, se foi roubado, se o flamengo tem pacto com o capiroto, se, se, se, se…

Um time que permite, mesmo que irregular, que um gol desses aconteça, não merece ser campeão… um clube que mantém como técnico um covarde que mexe aos 30 do segundo tempo, o que deveria ter mexido no intervalo, não merece ser campeão, um elenco que entra pra fazer 1X0 em um clássico onde a recente história não nos favorece e não podendo se dar o luxo de empatar, não merece ser campeão, um “clube” que tem como diretoria pessoas inertes e incompetentes, não merece ser campeão… uma torcida que de tão complacente, esperançosa e pacífica, beira o idiotismo, não merece ver seu “time” ser campeão… e eu?! Eu sinceramente não mereço mais passar por isso, não mereço gastar o que tenho e o que não tenho indo a jogos dentro e fora do Rio, apoiando essa merda, que de uma vez por todas já teria que ter aprendido a jogar com a arbitragem contra, não mereço me desgastar com amigos que torcem por times adversários, não mereço mais buscar esperanças quando nada aponta para a vitória, não mereço perder parte da minha alegria por conta de derrotas como a de hoje… o Vasco, ou o vasco, simplesmente não merece meu choro, meu desabafo, meu desalento… eu parei! Boa caminhada aos que seguem!