Da mediocridade ao fundo do poço

O que dizer de hoje ? Que explicações para tanta fraqueza, incompetência com a bola no pé. Foi um passeio hoje no Pacaembu. O Santos não teve dificuldades e derrotou o Vasco por 3 a 0. E podia ser bem pior. Foram 3 bolas na trave. Ou seja, podia ser de 6.

O jogo foi inteiramente do Santos. Atacou praticamente o jogo todo. Começou aos 2 minutos com Rodrygo e defesa de Sidão. Aos 12, novamente Rodrygo e Pikachu salva em cima da linha. Mas aos 18, não teve jeito: Sidão sai jogando errado, Rodrygo rouba a bola e toca para Diego Pituca tocar por cobertura sobre Sidão abrindo o placar. Belo gol. Com isso, o time, que entrou mal escalado, se perdeu completamente. E com isso, o Santos empilhou chances, uma com Sanchez e defesa de Sidão aos 30 . E aos 38, o segundo gol do Santos: Luiz Gustavo erra na saída de bola e Rodrygo tabela com Jorge, dribla Luiz Gustavo e Bruno Silva e tocou no canto direito de Sidão. Um minuto depois, Lucas Veríssimo acerta a trave e Sidão defende na volta. E aos 41 minutos, Jorge faz boa jogada e Sidão faz boa defesa para escanteio. O Vasco teve um gol anulado via VAR, por impedimento de Maxi López no início do lance. Ficou barato.

No segundo tempo, o Vasco desfez a escalação inicial e tirou um dos volantes, Raul e um zagueiro, Luiz Gustavo. Porém, depois de 11 minutos, o Santos retomou o controle do jogo e voltou a empilhar chances e acertou a trave duas vezes, uma com Soteldo e a outra com Sanchez. Mas aos 27, não teve jeito: Rodrygo faz boa jogada pela meio e toca para Soteldo empurrar para as redes e dar números finais ao jogo.

Como falado nos parágrafos anteriores, o Santos deu um passeio no jogo de hoje. O fato é o time cruzmaltino escapou de um vexame histórico. 10 gols em 4 jogos e 2 gols marcados. Campanha humilhante, de time pequeno. Isso. A verdade é que o Vasco é um arremedo de time. Luxemburgo terá muito trabalho pela frente. Mas o fato é que desde o início da temporada, nunca se procurou iludir o leitor. Sempre se disse aqui que este elenco é limitado. E está comprovado com a campanha até aqui. Parecida com a campanha de 2015. Elenco realmente muito aquém das tradições. Tomara que no final se escape do Z4. Mas é bem difícil vislumbrar alguma melhora no horizonte.