Atuação consistente e saída do Z4

Com uma atuação sólida e consistente, principalmente na defesa, o Vasco quebrou 2 jejuns de uma só vez: um jejum de 9 jogos sem vitória e um longo jejum de seu artilheiro German Cano. O Sport Recife só teve apenas 2 chances de gol, o que prova a ótima atuação defensiva da equipe. E com isso, deixou o Z4.

Com times limitados, Sport e Vasco fizeram um jogo fraco tecnicamente e o Vasco teve 3 chances e aproveitou 2. O técnico Sá Pinto começou a entender o material que tem em mãos e concluiu que o esquema com 3 zagueiros seria o mais adequado para ajeitar o time atrás. E tinha razão. Em seis jogos, 5 gols tomados, menos de 1 gol por jogo. Agora, é acertar o ataque. Dos 6 jogos até aqui, não tomou gol em 3.E marcou 5 gols também nesses 6 jogos. Tem que melhorar a ofensividade. Com o jogo ruim e brigado, foram apenas 3 chances de gol, uma do Sport e duas cruzmaltinas. Aos 17, a primeira chance do jogo, foi do Leão: Leandro Barcia acerta uma bomba e Fernando Miguel defende bem. E aos 24, o primeiro gol: Leonardo Gil faz boa jogada pela esquerda e cruz para Cano entrar de carrinho e conferir. E após o gol, o Vasco teve outra chance em um cruzamento de Neto Borges em que Cano não alcançou, mas Léo Matos pegou a sobra e soltou a bomba que raspou o travessão.

No segundo tempo, o Vasco voltou melhor e logo aos 6 minutos, chegou ao segundo gol: boa jogada de Neto Borges, que cruzou e Cano, em posição legal, passou por trás dos zagueiros e tocou de chapa: caixa Há que ressaltar a boa evolução de Neto Borges, nos últimos 4 jogos. Apesar da lambança cometida no último jogo, em que determinou a derrota para o Palmeiras, hoje foi um dos melhores e mais participativos. Fez a jogada do segundo gol e outras boas jogadas. O esquema com 3 zagueiros o favoreceu bastante, pois ele é um lateral muito mais ofensivo, logo melhorou bem sua produção em campo. O Sport tentou martelar e só conseguiu uma boa chance, aos 41 minutos, com Leandro Barcia, que chutou para outra boa defesa de Fernando Miguel.

Com essa vitória, o Vasco quebra o jejum de vitórias e agora Sá Pinto trabalhará em mares mais calmos. Agora terá a tranquilidade necessária para poder aprimorar mais o time, principalmente na parte ofensiva. Defensivamente, é nítida a evolução com o esquema com 3 zagueiros. Mesmo sem Miranda e Castan, os 3 zagueiros foram muito bem, inclusive Werley. Sinal de que o dedo do treinador começa a aparecer. Agora, é melhorar a criação sw jogadas ofensivas, para sair de vez do buraco do Z4.