As turbulências cruzmaltinas

Nesta primeira coluna de 2018, o que aconteceu nesses primeiros 14 dias do ano já renderiam um bom livro. Problemas políticos estão a minar o clube. A nossa espinha dorsal defensiva simplesmente se foi. E só Zé Ricardo tem quebrado a cabeça para remontar nossa defesa, às vésperas de nossa estreia na Libertadores, no final deste mês.

Com sucessões de recursos, liminares e etc e tal, o senhor Eurico Miranda tem procurado legitimar o ilegitmo. E vendo que as tentativas têm sido em vão, decidiu por em prática o mesmo plano de 2008: arrasar o clube, por iminência da derrota nas eleições cruzmaltinas.Como estamos em situação financeira delicada, devendo salários, por sua própria inoperância em conduzir administrativamente um clube como o nosso, rescindiu com Anderson Martins, um de nossos pilares defensivos, vendeu Madson, está para concluir a venda de Mateus Vital. Ou seja, desmontando o nosso time, porque será defenestrado do clube, de forma merecida. Que um dia, os verdadeiros vascaínos se lembrem disso, de que o Vasco corre um risco de nem disputar uma Libertadores por picuinha política, de não saber perder, de achar que o Vasco é dele. Precisamos nos reinventar e urgente. E sem esse elemento em cargo de direção. Precisamos alijá-lo para sempre de nossa política. O ideal seria esse sujeito ser expulso do Vasco por fraude eleitoreira. Se no estatuto do clube estiver previsto que um sócio pode ser desligado do clube por fraudes em eleições, que se aplique o dispositivo. A questão é se os conselheiros estariam dispostos a isso.

E nisso tudo, como ficamos os torcedores ? Pois é, ontem houve manifestação de, aproximadamente 150 torcedores contra Eurico Miranda. 150 é muito pouco. Para se ter efeito, deveríamos ter ao menos, 10 vezes este número. Um número deste sequer faz cócegas na figura decrépita do atual mandatário. Ao menos, 150 torcedores corajosos resolveram manifestar sua vontade, o que é elogiável. Agora, a essa altura dos acontecimentos, é pouco provável que Julio Brant não tenha sua vitória confirmada. Porém, a tática cruel de deixar o clube depauperado para se dificultar o trabalho de Brant, para uma possível enésima volta deve ser rechaçada por nós cruzmaltinos amantes de nosso clube. Precisamos aprender a discernir o que realmente é incompetência, como foi no caso do Dinamite, com o caso de Brant, que é um executivo com trabalhos realizados em empresas de grande porte no exterior. Devemos a todo custo, impedir que Eurico ou alguém de seu grupo volte ao topo de nosso clube. Fora Eurico e casaca. O Vasco é nosso, nós é que somos as raízes, o pilar de nosso clube.

E por fim que, apesar de todos os dissabores e problemas neste ano que se iniciou há 14 dias, que consigamos superar essas intempéries e que nossa nau navegue com a maior tranquilidade possível. Amém.

Posted By Ricardo Fortes

4 Comments

Diogo

Concordo totalmente, essa praga não merece mais colocar o pé no Vasco!
Sobre os 150 manifestantes, acho que foram até pessoas demais rs, considerando a conjuntura atual da situação brasileira, juntar 150 bravos brasileiros para reclamar de alguma coisa errada, é um grande número.

TITO LEMOS

Não idolatro o Dinamite, mas a gestão dele foi muito prejudicada pelo medo que a rede esgoto tem de o VASCO ser o VASCO e provar que sempre foi maior que o lixo da gávea, o Gigante foi muito prejudicado no brasileirão 2011, na liberta de 2012 e em 2013, foi jogado para a segundona para livro o time mulambo, assim sendo, não culpo totalmente o Dina, e o Brant que tome cuidado, pois o detentores do poder do futebol brasileiro, vão trabalhar arduamente para atrapalhar, tudo o que eles não querem e ver o VASCO, ser GIGANTE!!!

Márcio.goias

Lamentável a situação de nosso amado clube, mas se é o preço a se pagar para nos livramos em definitivo desse sujeito que nunca deveria ter voltado a direção do clube que assim seja. Mas que haja mudanças definitivas pra que nunca mais fiquemos sujeitos à esse tipo de gente.

Marcio-Goiás

Se esse for o preço pra nos livramos dessa praga chamada Eurico, que a gente pague e nosso clube volte a ser o verdadeiro clube do povo. Só lamento ter que passar por tudo isso, mas espero que sirva de lição e que o estatuto seja mudado para que nunca mais fiquemos reféns dessa corja novamente.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *