Apenas um pequeno desastre

E poderia ter sido muito pior. A LDU perdeu um caminhão de gols no segundo tempo; portanto não soube aproveitar a profusão de chances que teve e perdemos de 3 a 1. E foi barato, porque o gol de Thiago Galhardo nos fez permanecer vivos. Ferimentos leves.

O resultado de derrota hoje era previsível, no sentido de que a comissão técnica optou por poupar alguns titulares como o zagueiro Breno. Por mais que tenha que se ter cuidado com ele, ficou nítido que, quando ele não joga, a nossa zaga vira uma peneira. Ricardo Graça é bom jogador tecnicamente; porém ainda precisa melhorar nas bolas altas e tem pouca malícia de jogo ainda. E com a altitude então, foi presa fácil. A LDU já tinha feito 2 a 0 nos primeiros 20 minutos. Nos primeiros 5 minutos, o Vasco começou melhor. Mas aos 7 minutos, dividida no lado esquerdo de nossa defesa, Ricardo Graça sai na cobertura, é driblado por Antonio Julio que cruza e Androgón sobe mais do que Henriquez para abrir o placar para a LDU. E nada é ruim que não possa piorar. Aos 18 minutos, Ricardo Graça tenta fazer uma graça tentando girar e driblar o adversário ao invés de dar um bico para longe. Resultado: o meia Antonio Julio toma-lhe a bola, cruza para a área; Jhohan Julio ganha a disputa, chuta para a defesa parcial de Martin Silva e o mesmo Jhohan Julio aproveita e toca para fazer 2 a 0 LDU. O nosso time fica acuado e a LDU perde duas chances para aumentar a diferença, uma delas com uma cabeçada de Androgón na trave. Aos 43, o Vasco cria sua primeira chance, com Giovanni Augusto chutando para fora.

No segundo tempo, o Vasco começa melhor. E logo aos 7 minutos, Kelvin sai cortando da direita para o meio e é derrubado na área. Pênalti que Thiago Galhardo cobra no meio dp gol, dimiunindo o nosso prejuízo. Porém paramos por aí. Após o gol, o Vasco parou de atacar e marcar no campo do adversário. E a LDU tomou conta do jogo dos 10 minutos em diante. E sofremos um bombardeio. Martin Silva nos salvou com três defesas importantes, mas não evitou o terceiro da LDU aos 39 minutos, novamente de Androgón, dessa vez de cruzamento da ponta esquerda de Chalá.E ficou por aí. Menos mal, mas pedimos para tomar o terceiro, a verdade é essa.

Com esse pequeno desastre, se ganharmos de 2 a 0 em SJ, nos classificamos.Em tese é perfeitamente possível, até porque a LDU não é isso tudo. Ganharam em cima de erros grotescos cometidos por nossa defesa. Afinal Breno não jogou hoje. Por incrível que pareça, o santo pênalti cobrado por Galhardo nos salvou do desastre anunciado. Aguardemos o segundo e último capítulo dessa disputa, no dia 9 de agosto.