A forra com juros e trivela

Se alguém contasse a ti caro leitor, que em um cruzamento de 3 dedos, saiu o gol de uma vitória e ainda mais de Rossi, acreditarias ? Pois foi o que aconteceu na noite de hoje em uma grande vitória e de virada por 2 a 1. Uma virada sensacional e premiou o melhor time em campo.

Foi um grande jogo, movimentado por parte de ambas as equipes, com o Vasco um pouco melhor. O primeiro tempo foi de predominância cruzmaltina. O onze cruzmaltino optou por uma marcação alta, encurralando o Galo. Aos 5 minutos, Andrey deu um chute que raspou a trave. Aos 10, o primeiro lance perigoso do Galo: Otero cobra falta de muito longe e a bola bate no travessão e sai. Fernando Miguel ficou completamente sem ação. Mas aos 15, em uma bobeira do goleiro Cleiton, Ribamar recebe um presente, avança, mas chuta mal e Cleiton se redime fazendo boa defesa. O Galo equilibrou a partir dos 15 minutos; mesmo assim, o Vasco seguiu um pouco melhor e nos acréscimos, cruzamento de Pikachu e Talles Magno cabeceia e a bola bate na trave e sai. O Vasco criou mais, mas a pontaria foi insuficiente, tendo apenas 2 chances claras de gol.

No segundo tempo, logo a 1 minuto e 50, Marrony entra pela direita, dribla Fabio Santos e bate de chapa, obrigando Cleiton a uma ótima defesa. Aos 10, a resposta do Galo, novamente com Otero batendo falta magistralmente, para boa defesa de Fernando Miguel para escanteio. O jogo seguiu aberto e Ribamar perde outra chance, embolado com os zagueiros. E quem não faz…. toma. E aos 23, escanteio cobrado por Patrick, Igor Rabello ganha fácil no alto de Leandro Castan e Otero entrou sozinho por trás de Raul e completa para o gol. Mas não houve muito tempo de comemoração; um minuto e meio depois, Marrony escapa pela ponta esquerda e leva um chute na cara de Patrick. Jogo perigoso e pênalti. Rossi bate com categoria e empata o jogo, fazendo justiça no placar. O jogo ficou mais franco e o Vasco seguiu melhor, tocando mais a bola. E aos 44 minutos, o gol da virada sensacional: Rossi invade pela direita, corta para dentro e cruza de trivela; a bola encontra Marcos Jr que mata a bola com categoria no peito e dá um belo chute, sem chances para Cleiton. Está consumada a virada, com requintes de categoria.

Realmente hoje, o Vasco fez uma de suas melhores partidas e merecia a vitória. Contra os gambás, fomos prejudicados, só que não jogamos bem. Hoje não, o Vasco jogou muito bem, venceu e convenceu. Agora, o próximo jogo é contra o Santos, que já foi líder do campeonato. Será um jogo perigoso. Mas é tentar ir para cima em busca de mais uma vitória, para quem sabe, garantirmos a permanência na Série A o quanto antes. A meta principal ainda é essa. Adiante, gigante da colina.